Cade a bike que estava aqui?

Comentários 3 Padrão

Muito se comenta na internet sobre a segurança em Dublin e quase todo mundo tem a mesma opinião, estamos mais seguros aqui do que no Brasil. Podemos andar pelas ruas tranquilamente, pelo menos na minha experiência. Quando estava no restaurante saía de Dublin 6w e ia para Dublin 1 todo dia, voltava sempre depois das 2 da madruga e nunca vi nada, nunca passei por situação de risco e muito menos precisei sair correndo de uma rua mais escura. A tranquilidade reina durante a noite nas diversas ruas dessas regiões, claro que passava por regiões de muitas casas mais também de muitos pubs, lanchonetes e baladas mais tudo tranquilo. É normal ver gente caindo de bêbeda mais nada que chegue a ser ameaça. Nesse tempo que estamos aqui não tive problema algum com o pessoal de moleton e tênis branco também entretanto alguns amigos já foram alvejados por ovos. Quando chegar a neve dizem que a molecada apronta muito mais nada que uma cara feia ou grito não resolva na minha opinião.

Pois bem, apesar do clima tranquilo alguns B.Os acontecem. O espanhol que morou na minha casa durante 1 mês teve sua bike roubada em frente ao apartamento. Ele deixou ela trancada durante a segunda noite na casa e quando acordou so estava a roda pressa ao cadeado que ele comprou. Claro as rodas não eram parafusadas mais sim de pressão então foi só tirar e sair com a bike dele. As pessoas que tem essas bikes mais novas geralmente usam um cabo de aço e traçam o quadro com as rodas para não terem esse risco, mesmo assim todo cuidado é pouco.

No fim ele ainda ficou com uma roda e um cadeado.

Segurança em Dublin

Comentários 2 Padrão

Desde que cheguei aqui em Dublin ouvi várias versões a respeito de segurança aqui na terra verde e agora quase 2 meses depois de convivência com o povo Irish em Dublin acho que tenho uma posição formada.

Eu sempre morei em Patos de Minas, cidade de pouco mais de 130 mil habitantes nos confins das Minas Gerais e mesmo sendo uma cidade pequena os problemas com segurança crescem assustadoramente como todo dia vejo no principal site de noticias da minha cidade.

Aqui em Dublin percebo que as pessoas vivem seguras e consideram a cidade segura. Quando ainda estava na acomodação estudantil da escola um dia saímos e acabamos esquecendo a porta da sacada aberta, essa porta é no primeiro andar e se uma pessoal mal intencionada quiser entraria na casa tranqüilamente. Mais tarde voltamos pra casa com dois amigos que estão a 1 ano aqui e nos deparamos com a porta semi aberta por causa do vento, me assustei e logo eles disseram: Não se preocupe, não é do gênero das pessoas daqui, mesmo se ficar aberto você terá certeza que nada acontecerá. Hummm desconfiei como bom mineiro mais hoje percebo que é verdade. Outro dia fui fazer uma chave para nosso quarto, a porto tem fechadura mais a chave não veio no pacote do aluguel. Fui ao chaveiro com uma foto da fechadura. Em 1 segundo ele pegou uma chave e disse: está aqui. Uai, pensei como pode a chave já esta pronta. Ele me disse que todas as fechaduras daquele formato tem a mesma chave, insisti sobre a segurança e ele me disse que não tem problema algum é super normal.

De um modo geral me sinto muito seguro andando na rua a qualquer horário do dia ou da noite. Claro que a noite encontro dezenas de bebuns porque o povo aqui tem como cultura beber muito mais nada que me coloque em risco, diferentemente da minha cidade e posso dizer do nosso Brasil.

Outro fato que me ajuda nesse senso de segurança são os policias, quero dizer a falta deles. Dificilmente se vê um policial na rua, e quando ele existe fica orientando os turistas, ajudando o pessoal etc. Até hoje vi apenas uma vez a GARDA em ação, eles estavam conduzindo uma cara bebaço que estava incomodando as pessoas na Henry Street.
(Foto: Rafael Veloso)

Uma curiosidade sobre a policia (GARDA) é que nenhum policial usa arma de fogo, apenas algemas e raramente cassetetes e ao que parece quase todos os assunto são resolvidos com um “dedinho de prosa”. Existe uma outra policia que trabalha em carros normais sem identificação que portam armas, mais trabalham em outros tipos de ações e praticamente não ficam nas ruas.

Claro que se tratando de uma cidade grande como Dublin e tendo a quantidade de pessoas de outras nacionalidades a segurança pode mudar com o tempo. As bicicletas e motos ficam trancadas com cadeados gigantes nas ruas mais outras coisas deixam claro que no geral as pessoas sem sentem seguras e não se preocupam com alguns detalhes.

No caminho da escola sempre vemos essa cena, litros e litros de leite aguardando essa empresa abrir. Essa mesma cena se repete em outros empresas e também escolas. Se as pessoas não tivesse essa certeza da segurança isso não aconteceria de jeito nenhum. Pelo menos no Brasil nunca tinha visto essa cena. Vamos ver o que acontece na seqüencia do nosso intercâmbio e voltarei a falar sobre segurança em breve.

Caixa Eletrônico

Comentários 4 Padrão

Nos últimos meses antes de virmos pra Irlanda vi várias matérias sobre os assaltos da “saidinha de banco”, estão votando leis para aumentar a segurança nos caixas eletrônicos, instalação de biombos e a proibição do uso de celular dentro das agências. Quando cheguei aqui achei estranho mais depois de 10 dias já me acostumei a ir retirar dinheiro no caixa eletrônico que fica na calçada, isso mesmo a maioria dos caixas funcionam na calçados, é claro que existem outros dentro das agências mais em quase toda esquina aqui em Dublin 1 você encontrar um desses.

Claro que tudo isso se deve a uma cultura do pais e realmente a sensação de segurança é muito grande por aqui, as pessoas que já estão por aqui a mais tempo comentam que é normal as pessoas deixarem os apartamentos destrancados ou casacos e celulares em cima de mesas nos pubs mais eu como bom mineiro ainda estou meio desconfiado quando a essa segurança, isso porque como existem pessoas de todas as partes do mundo aqui alguma coisa pode dar errado. Por falar nisso dizem que os Brasileiros não são bem vistos em algumas partes de Dublin por já terem aprontado boas por lá. Ontem ouvi uma frase que ilustrou bem isso: As pessoas saem de seus países de origem e tem a oportunidade de mostrarem seu melhor lado, entretanto, acabam mostrando o seu pior.

Portanto não confiem tanto assim na senso de segurança que reina por aqui.