Irlanda perde e dá tchau pra copa do mundo

Deixe um comentário Padrão

A Irlanda num jogo muito difícil em que não soube aproveitar as poucas oportunidades criadas deu adeus a copa do mundo de rugby que esta sendo disputada na Nova Zelândia perdendo para a seleção de País de Gales por 22 a 10.

Agora é torcer para minha segunda seleção o All Blacks que venceram a Argentina e agora vão fazer contra os Australianos um dos maiores clássicos do Rugby mundial contra aos

Essa derrota vem selar uma ideia que tinha dos esportes da Irlanda. Infelizmente o futebol é uma negação, a seleção esta lutando para se classificar pra Eurocopa, passando sufoco contra Eslováquia, Andorra e Rússia e o Rugby deixa muito a desejar apesar de ser uma paixão nacional. Existe claro outros esportes mais confesso que não tenho conhecimento pois acompanho de perto somente o futebol e o rugby, esporte que aprendi a gostar depois que cheguei aqui. Enfim, é isso.

Anúncios

Final de semana movimentado pro esporte Irish

Comentário 1 Padrão

Demorei pra postar esse material porque estava esperando entrar no youtube os vídeos de 2 campeonatos diferentes mais que agitaram a nação verde e laranja nesse final semana.

Primeiro a seleção de Rugby Irlandesa venceu por 15 a 6 os Australianos e mantiveram 100% de aproveitamento na copa do mundo que esta sendo realizado na Nova Zelândia. Rugby a principio pode parecer um esporte sem graça com homens fortes brigando em si, entretanto depois que se conhece as regras, a historia e tradição das equipes é impossível não ver com outros olhos. Confesso que estou me tornando fã, faço de tudo pra assistir os jogos e a cada dia me empolgo mais. O rugby é bem diferente do futebol, principal dos times atuais em que os jogadores jogam por jogar e as vezes com corpo mole. O rugby exige uma raça sem precedentes porque sem ela e muito coragem o time certamente vai perder feio. Não basta ter força física, tem que ter muita emoção, vibração e avançar sempre. Gosto claro da seleção irlandesa por quem a nação é apaixonada e também passei a gostar da seleção da Nova Zelândia que é conhecida como All Blacks. Os caras tem um diferencial dom seu Haka e ainda o apoio da torcida em seus jogos nesse mundial. A Irlanda não esta passando um grande momento mesmo tendo vencido os seus 2 jogos até agora ainda peca em alguns detalhes mais tende a crescer na competição. Acredito que eles irão passar fácil pela primeira fase e ai sim colocar todo o poderia irish a prova na próxima fase.


Não consegui um videos do jogo realmente.

Voltando pra Dublin tivemos no domingo a final do Football GAA, o futebol gaélico que é disputado com os pés e com as mãos. A principio para nos Brasileiros achamos esse esporte muito estranho e até engraçado. Assim como o rugby depois de conhecer as regras, a historia e o amor do povo Irish por este esporte não tem como não se interessar pelo assunto. A final entre Dublin x Kerry parou a cidade, bandeiras por todo lado, torcedores nas ruas com camisas de suas cidades, todos indo para o Croke Park. A muito bonito ver pais, filhos, netos todos com os uniformes. Com um final eletrizante os times se revezaram no placar o tempo todo com Dublin sempre correndo atraz até que no último segundo o ponto do titulo numa falta batida pelo goleiro dos dubs. O detalhe é que Dublin não conquistava esse titulo a 16 anos então tudo foi muito comemorado, com muito cerveja claro.



O jogo completo


THE BOYS IN BLUE

Haka, um patrimônio do rúgbi mundial

Deixe um comentário Padrão

Tradição da cultura Maori, população nativa descendente dos polinésios do sul da Ásia, que habitam as Ilhas da Nova Zelândia há cerca de 1000 anos, o Haka é o nome dado a todos os tipos de dança desse povo, sendo praticado por homens, mulheres e crianças.

Segundo o povo Maori, Tama-nui-to-ra, o Deus do Sol, possuía duas mulheres. Uma, Hine-raumati, representava o verão, e a outra, Hine-takurua, simbolizava o inverno. Da união do Deus do Sol e sua mulher de verão nasceu Tane-rore, a quem foi creditada a origem da Dança. Tane-rore representa o vento nos dias quentes de verão e é coreografado nas danças pelo tremor das mãos.

O Haka é uma dança que demonstra a paixão, o vigor masculino e a identificação com a raça Maori. Ela é usada tanto para dar boas vindas quanto para intimidar tribos inimigas – sendo assim, a reputação tribal variava dependendo da capacidade da tribo de executar o Haka.

A seleção neozelandesa de rúgbi, conhecida como All Blacks, executou o Haka pela primeira vez em 1884 em um tour pela Austrália. Em 1889, a Nova Zelândia, formada apenas por nativos, foi a primeira colônia inglesa a excursionar pelo Reino Unido e, na ocasião, fez o Haka com roupas típicas Maoris, no início do primeiro jogo. Assim, ficou decidido que o fariam antes de cada partida. No entanto, relatos dizem que o Haka dançado naqueles dias não foi o tradicional e mais conhecido, o Ka Mate, que é utilizado atualmente pelos All Blacks.

Em 1900, durante a guerra Boer, soldados cantavam o Haka Ka Mate pensando estar dizendo: “Matem-no! Fatiem-no! Batam nele!”. A tradução correta e a fama da dança Haka Ka Mate só se tornou conhecida em 1901, quando os guerreiros de Ngati Kanhungunu executaram a dança para recepcionar o Duque de Cornwall em Rotorua.

Diz a lenda que Te Rauparaha escreveu o Ka Mate para comemorar a sua fuga da morte durante um incidente em 1810, quando se escondeu embaixo das saias de uma mulher.

Hoje em dia, as seleções neozelandesas de rúgbi na modalidade XV realizam o Haka Ka Mate antes do início de cada partida. Já a equipe da modalidade Seven executa a dança apenas ao final do torneio em que se sagra campeã. O ritual é iniciado sempre pelo jogador maori mais velho da equipe, que não precisa necessariamente ser o capitão.

O Haka se tornou um patrimônio do rúgbi mundial. Imagens dessa dança são utilizadas para a divulgação do esporte no mundo todo e, realmente, chamam a atenção das pessoas, mesmo que não conhecem a modalidade.

A reputação da seleção da Nova Zelândia, considerada a melhor equipe de rúgbi do mundo, contribui muito para a credibilidade desta dança. Afinal, é um privilégio e um sonho para qualquer jogador de rúgbi do mundo um dia estar de frente para os All Blacks, enquanto os neozelandeses realizam o Haka.

Outras seleções também realizam danças antes das partidas de rúgbi, como por exemplo Fiji, Samoa e Tonga, mas nenhuma tem a repercussão mundial do Haka da Nova Zelândia. E isso, sem dúvida, se deve ao que os neozelandeses fazem em campo após a realização desta dança.

Em 2005, inesperadamente, a Nova Zelândia apresentou-se em uma partida executando um novo tipo de Haka, o Kapa o Pango, que é mais específico ao rúgbi. Na verdade, trata-se mais de um complemento ao Ka Mate do que uma substituição, sendo usado em ocasiões especiais. Ao final desta dança, os jogadores fazem um sinal simulando o corte da garganta, o que causou um desconforto na comunidade do rúgbi mundial, mas não foi descartado.

Abaixo estão as traduções das duas letras – do Ka Mate e do Kapa o Pango. Não deixem de assistir aos jogos deste Mundial, principalmente aos da Nova Zelândia. Ainda mais agora que vocês já entendem melhor o que significa este ritual maori.




Haka Ka Mate:

Ringa pakia! (Bata as mãos nas coxas)
Uma tiraha! (Estufe o peito)
Turi whatia! (Dobre os joelhos)
Hope whai ake! (Deixe o quadril seguir)
Waewae takahia kia kino! (Bata o pé o mais forte que puder)
Ka mate, ka mate (eu morro, eu morro)
Ka ora, ka ora (eu vivo, eu vivo)
Tēnei te tangata pūhuruhuru (Este é o homem peludo que está em pé aqui)
Nāna nei i tiki mai whakawhiti te rā …(Que trouxe o sol e o fez brilhar)
Ā upane, ka upane (Um passo para cima, outro passo para cima)
Ā upane, ka upane (Um passo para cima, outro passo para cima)
Whiti te rā, hī! (O sol brilha)

Haka Kapa o Pango:
Kapa o pango kia whakawhenua au i ahau!
Hi aue, hi!
Ko aotearoa e ngunguru nei!
Au, au, aue ha!
Ko kapa o pango e ngunguru nei!
Au, au, aue ha!
I ahaha!
Ka tu te ihiihi
Ka tu te wanawana
Ki runga ki te rangi e tu iho nei,
Tu iho nei, hi!
Ponga ra!
Kapa o pango, aue hi!
Ponga ra!
Kapa o pango, aue hi, ha!
Hii!!!

Tradução

Deixe-me transformar um com a terra
Esta é a nossa terra que treme
E é o meu tempo! É o meu momento!
Isto nos define como os All Blacks
É o meu tempo! É o meu momento!
Nossa dominação
Nossa supremacia vai triunfar
E seremos colocados ao topo
Samambaia de prata!
All Blacks!
Samambaia de prata!

All Blacks!

Fonte: Terra

Eu gosto muito de futebol, sou torcedor apaixonado do cruzeiro mais a cada dia gosto mais do rugby, a cada jogo que acompanho aprendo mais das regras e vou entendendo esse esporte fantástico de muita raça, bem diferente do futebol atual (vide meu cruzeiro).

Treino da seleção de Rugby no Aviva – Free

Comentário 1 Padrão

Quem ainda não conheceu o Aviva Stadium não pode perder essa oportunidade. Vai acontecer um treinamento da seleção de rugby no dia 25 de agosto e a entrada é free. Basta você acessar o link no site da ticketmaster e escolher seu lugar. Como é ticket é free depois da “compra” você mesmo imprime numa folha A4 e apresenta na entrada.

Qualquer dúvida quanto ao ingresso é só depois um comentário que damos uma força.

Ticketmaster Irlanda