O que aconteceu com a gente?

Comentários 20 Padrão

E lá se passou o maior período sem postagens desde a criação desse blog. Infelizmente uma série de acontecimentos nos forçaram a deixar o blog de lado no último semestre. Temos um carinho enorme com todo mundo que nos acessa, conhece a nossa historia aqui na Irlanda e principalmente nos encontra pessoalmente depois de e-mails, mensagens etc.

Sempre fazemos tudo com dedicação e carinho, fato este que ajudou e muito a divulgar o blog desde o inicio. Com o passar dos meses aqui em Dublin a nossa vida foi caminhando para uma vida normal e com isso reuniões  compromissos, atividades sociais entre outras dezenas de coisas. Acabamos por abrir mão do blog porque apesar de não parecer toma muito tempo. Muitos devem estar se perguntando se o blog morreu ou vai acabar e a resposta e NÂO…. vamos continuar sim dentro das nossas possibilidades postando dicas, novidades e tudo que estiver ao nosso alcance para aproximar voces cada vez mais da Irlanda. Eu e a Stefane sempre replanejamos o nosso intercâmbio de 6 em 6 meses e colocarmos as metas para esse período e uma das metas e seguir com o blog porque apesar de não postarmos a quase 6 meses sempre recebemos muitos contatos de pessoas querendo vir pra Dublin, sempre conhecemos pessoas aqui que nos acessou e depois nos reconheceu na rua, e uma coisa de louco. Bem, para colocar tudo em dia vou dar uma repassada em tudo que aconteceu nesse tempo e depois vamos seguir a nossa vida de blog normalmente. Dentre as novidades já posso destacar pra vocês que a primeira coisa e que agora temos um filho, fui promovido a gerente no meu trabalho do estádio e supervisor na Escola NED, mudamos de casa, fizemos uma viagem de 22 dias pela europa, fizemos um monte de amizades e vamos renovar nosso visto para mais 1 ano na Irlanda.

IMG_1377 IMG_1987 IMG_4055

IMG_0331 IMG_4370

Para quem nos conheceu agora vou dar uma resumida também na nossa historia aqui na ilha verde. Sou o André e estou aqui na Irlanda a quase 2 anos (quase mesmo .. falta menos de 30 dias para isso) com a minha namorada Stefane. Chegamos aqui com 1000 euros no bolso de cada um e com o inglês quase zero. Para ajudar tivemos um big problema com a agência onde compramos o curso e também a escola (que teoricamente iríamos começar o curso). Depois de sermos expulsos da acomodação e outras dezenas de problemas conseguimos resolver tudo com a ajuda do Kiko, diretor da NED. Quase 2 meses depois a Stefane foi trabalhar de aupair em outra cidade e eu fiquei aqui em Dublin trabalhando na cozinha de um restaurante. 3 meses depois fui convidado para integrar o time de marketing da escola onde estudamos, a NED. 5 meses depois a Stefane voltou do aupair e logo em seguida conseguiu trabalho num Cafe. Logo depois de iniciar na escola eu também consegui um trabalho de final de semana com a venda de bebidas e cachorro quente em estádios e shows. De la pra ca quase nada mudou em relação a emprego, a Stefane segue no cafe e eu na Escola NED e também nos eventos e jogos. Hoje estamos quase completando 2 anos nessa terra que nos acolheu tão bem e o plano e ficar por pelo menos mais 1 ano.

Bem, vamos colocar o papo em dia. Vou começar pelo motivo principal que me fez deixar o blog de lado. Ate meados de agosto eu tinha um tempo livre por semana para postar no blog mais com o desenvolvimento do meu trabalho na escola o meu numero de alunos aumentou muito, assim como o trabalho nas redes sociais e principalmente com o e-mail respondendo perguntas, enviando boletos, cartas e programando a chegada de cada aluno. Com esse aumento no volume de alunos o meu trabalho quase dobrou e também a quantidade de alunos chegando todas as semanas aumentou muito. Como gosto de dar atenção especial a cada um recebendo no primeiro dia, apresentando a cidade a escola e auxiliando no processo de busca por uma moradia definitiva o meu tempo para o blog acabou ocupado por outras coisas. Tentei me organizar mais como o blog e apenas um hobby então dei prioridade aos alunos que estavam chegando. Fizemos duas grandes promoções no segundo semestre quebrando records de vendas do marketing brasileiro da escola então ficou praticamente impossível ter pelo menos alguns minutos pra postar. Continuei o segundo semestre inteiro trabalhando forte, atendendo a todos e ajudando dezenas de pessoas na realização do sonho de vir pra Irlanda. Paralelamente a isso seguia normalmente o meu trabalho como vendedor de cerveja nos shows que por sinal tive a chance de ver muita banda legal, jogos memoráveis e outras dezenas de comediantes, tenores e cantores. No final de agosto  fui chamado para uma reunião com os diretores da empresa e fui promovido a Manager afinal já estava trabalhando com eles a quase 1 ano e já tinha mostrado meu valor e potencial varias vezes. Aceitei o cargo porque tinha “ralado” pra isso e passei a ser o primeiro a chegar e o ultimo a sair de qualquer evento que a gente trabalha. Junto com esse trabalho de campo tenho ainda a responsabilidade de organizar as listas de staff, fazer a folha de pagamento e ainda outras pelo menos 5 partes grandes da empresa. Estou firme e forte nesse trabalho colhendo mais frutos a cada dia. Curiosamente nessa mesma semana fui convidado para ser também o supervisor do marketing brasileiro na NED e como também já tinha mostrado o que sabia fazer aceitei imediatamente. Esse acumulo de funções me sobrecarregou um pouco no segundo semestre inteiro mais consegui fazer tudo direitinho sobrando tempo ate para dormir as vezes kkkkkkk. Brincadeiras a parte é uma rotina dura mais que tem as suas recompensas. A Stefane também aumentou muito a carga horário no restaurante então se já era difícil pra ela postar ficou praticamente impossível. O tempo livre passamos a aproveitar longe dos computadores para relaxar e curtir um ao outro que e uma coisa mais que merecida.

Para não deixar o post muito grande vou parar por aqui mais fiquem ligados porque vem mais historia por ai, inclusive sobre o nosso nenenzinho.

Anúncios

Novos Ventos

Comentários 6 Padrão

Olá pessoal espero que tenham passado um ótimo final de ano e iniciado 2012 com o pé direito.

Bom, nem todos sabem mas eu já voltei pra Dublin. Depois de quase seis meses com minha família Irish retomei meus estudos na NED e fiquei muito surpresa, pois meu inglês deu um UP bem legal já que quando cheguei na Irlanda não sabia falar quase nada e fui direto pro basicão. Agora quando voltei fui para o level 3, o que me deixou muito feliz . Claro ainda não estou satisfeita porque meu inglês necessita muito mais pra ficar bom, ou seja , mais estudos…..

Como havia dito voltei dia 8 de novembro e comecei a frequentar as aulas normalmente e depois de uns quinze dias nessa rotina minhas “férias” acabarão e comecei a procurar outro trabalho já que grana é uma coisa que acaba rápido ainda mais quando se esta atoa sem fazer nada. Refiz meus currículos colocando agora a referência da família Irish e uma carta de recomendação que a família fez questão de me dar (meu muito obrigado á família Drumm). Nos primeiro dias enviei só pela internet e pelo FAS que uma instituição Irlandesa que auxilia pessoas em busca de trabalho.

No dia 7 de dezembro resolvi começar a distribuir pessoalmente, passei pelo Temple Bar e depois fui pela região da Grafton e entreguei em três lugares: uma farmácia, um café e um pub (só em lugares que tinham placas de precisa-se) em dentro de meia hora que havia terminado e já estava indo pra casa meu telefone tocou, era o Kevin o dono do Taste Café que perguntou se estava interessada em trabalhar, disse de cara que sim então ele pediu pra ir no outro dia fazer um teste e com roupa toda preta (staff). Fiquei tão feliz porque sabia que seria legal.

No dia seguinte como combinado fui ao local e fui apresentada a equipe que me recebeu muito bem como parte da família e logo comecei a ser introduzida na arte de atender as pessoas, coisa que ate então eu só havia feito como recepcionista de festas mais nunca trabalhando com comidas espectaculares e cafés que são maravilhosos. Os dias que se seguiram foram muito corridos, pois estávamos em época de festas e eu não tive muito tempo pra aprender quase nada. Me esforcei ao máximo pra pegar o ritmo da coisa e cheguei a uma conclusão: meus chefes são bem legais, contratar uma pessoa que fala inglês intermediário na véspera do natal e que não tinha experiência com comida… sou eternamente grata.

Aprendi que realmente o brasileiro é querido por todos os povos do mundo seja pelo sorriso, felicidade constante ou a amizade que temos com qualquer um que entre na nossa vida… Sinceramente não sei explicar.

Agora que as coisas estão mais tranquilas e as festas passaram, estou treinando o cardápio e estudando muito e a cada dia me apaixono mais por esse lugar!

Gostaria de agradecer ao pessoal do Taste of Food que me recebeu tão bem e aos meus chefes Kevin e Eamon que me deram esta oportunidade. Valeu galera!

Palestra na Escola Sant Tolas

Comentários 5 Padrão

No mês passado tive uma das experiências mais legais da minha vida, fui convidada a fazer uma palestra na escola das crianças mais exatamente pra classe do James e do Charlie (6 e 5 série) que ficam na mesma sala. (Diferente das escolas brasileiras).

Vou confessar que fiquei meio nervosa e pensei que não conseguiria, mas com a ajuda do André fizemos uma apresentação no power point sobre o Brasil, bem simples pra crianças entenderem mais facilmente e um vídeo da revista eletrônica “60 Minutos- Brazil” que postei no meu facebook a alguns dias atrás. Durante minha pesquisa pra me preparar pra palestra senti tanto orgulho de ser brasileira, nosso país é muito privilegiado em termos de natureza e riquezas naturais o povo claro, é a parte mais bonita dele.

Quando cheguei a escola Sant Tolas as crianças estavam  no primeiro recreio do dia, eu estava meio preocupada mais a Miss Smith foi muito gentil e atenciosa se colocando a disposição pra me auxiliar no que fosse necessário. Então começamos os trabalhos. Primeiro apresentei o slide e logo comecei a gaguejar mais respirei fundo e fui apresentando (super tensa). Mas as crianças foram maravilhosas super inteligentes prestaram atenção  em tudo e fizeram muitas perguntas, o que me deixou muito feliz, pois elas realmente se mostraram  interessadas pelo nosso país.

A Miss Smith me ajudava quando não entendia as perguntas reformulando as pra que eu entendesse mais facilmente. E acabei por me surpreender por ser mais fácil do que havia imaginado, (o pessoal também ajudou). No fim me senti muito feliz e satisfeita por ter dado certo e as crianças terem gostado e espero não ter cansado eles muito de tanto falar do Brasil. Gostaria de aproveitar e agradecer a Miss Smith e as crianças novamente pelo carinho e atenção dedicadas a mim durante este desafio e a honra de falar sobre “Minha pátria amada Brasil”. Um  grande abraço a todos do Sant Tolas School.

Detalhe: Tudo feito em Inglês.

Irish Food part 2 : Receitinhas Deliciosas

Comentários 2 Padrão

Como havia prometido aqui vai pra vocês direto da cozinha algumas receitinhas deliciosas e outras curiosas da Irlanda. Com cookies, scones, fruit tart, rose roast, pato com laranja, batata noisete e batata recheada que não pode faltar pois não vamos esquecer que estamos na Irlanda e este tubérculo e parte essencial da cozinha Irlandesa.

Cookies
Ingredientes:
• 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
• 3/4 de xícara (chá) de açúcar mascavo
• 3/4 de xícara (chá) de açúcar cristal
• 2 ovos grandes
• 2 colheres (sopa) de margarina
• 1 colher (chá) de fermento em pó
• 1 colher (chá) de essência de baunilha
• 1 pitada de sal
• 1 barra de chocolate meio amargo picada (180 g)

Modo de fazer:
Numa vasilha, misture 2 xícaras (chá) de farinha de trigo, 3/4 de xícara (chá) de açúcar mascavo, 3/4 de xícara (chá) de açúcar cristal, 2 ovos grandes, 2 colheres (sopa) de margarina, 1 colher (chá) de fermento em pó, 1 colher (chá) de essência de baunilha e 1 pitada de sal.
Misture bem até ficar uma massa homogênea.
Acrescente 1 barra de chocolate meio amargo picada (180 g) e misture novamente.
Numa forma untada e enfarinhada, coloque 1 colher (sopa) da massa (cerca de 50 g) para cada cookie e leve para assar a 180ºC por mais ou menos 25 min.

Scones
Ingredientes:
• 225 gr de farinha
• 40 gr de açúcar
• 1 ovo batido
• 1 colher de sopa de manteiga
• 6 colheres de sopa de leite
• 1 colher de chá cheia de fermento
• 1 pitada de sal
(Se desejarem podem acrescentar uvas passas ou frutas cítricas desidratadas, como as de Panetone).

Modo de preparo:
Peneire a farinha com o sal e o fermento. Junte a manteiga e os restantes ingredientes, misturando tudo rapidamente com as pontas dos dedos, sem amassar. Adicione nesta etapa a frutas cítricas ou as uvas passas se desejarem. Faça as bolinhas e coloque-as num tabuleiro untado. Leve ao forno quente durante 10 a 15 minutos. Sirva quentes com manteiga ou geleia.

Volta às aulas na Irlanda

Comentários 2 Padrão

Para muitas crianças esta semana foi de começo de ano letivo. Diferentemente do Brasil aqui o ano começa na primeira semana de setembro e termina na primeira semana de julho sendo que tem as férias de inverno em janeiro seria mais ou menos assim:

Brasil: fevereiro a julho- agosto a dezembro.
Irlanda: setembro a janeiro- fevereiro a julho.

Nesta terça-feira foi o primeiro dia da Anna na escola, pois ate então ela frequentava só a creche e acho que a maioria de nós se lembra do primeiro dia na escola. Me lembro da minha mãe e meu pai me acenando um tchau da janelinha enquanto eu tentava assimilar o que estava acontecendo.

A creche aqui não e publica sendo necessário pagar uma privada. Por ser muito caro os pais acham mais vantajoso pagar uma Aupair do que pagar a creche. Dai o grande mercado para intercâmbistas. A Laura mãe das crianças disse me uma vez que á Aupair sai mais barato do que a escola. A escolinha custa em média 15-20 euros por 3 horas ao dia. Há dois anos o governo passou a ajudar as famílias que precisam trabalhar pagando o primeiro ano da criança na creche, mas depois é por conta dos pais. Sorte da minha mãe que tem dois menininhos: Júnior (4 anos) e o Marcelo(2 anos e seis meses) que desde os dois anos frequentam a creche da prefeitura das 7:oohs á 17:00hs de graça, incluindo tratamento odontológico, nutricionista e psicóloga.

As escolas aqui em sua grande maioria são publicas, mas existem as particulares porém são muito caras e a qualidade da educação e praticamente a mesma. Aqui as crianças aprendem além das matérias básicas como matemática, geografia, história, educação física existem ainda religião (matéria obrigatória), ciências, inglês, gaélico e musica. Os livros não são gratuitos sendo necessário comprar todos os livros (muitos pais reclamam dos preços). Os horários das escolas também são diferenciados para o ensino fundamental e pré- escola iniciando se as 9:30hs e terminando as 15:30hs já para o colegial começa as 10:00hs e termina as 16:00hs. O uniforme e bem engraçadinho e traje social calça, camiseta, casaco de linho e sapato preto pra meninas o mesmo ou saia e também vestidos. O que muda são os emblemas nos casacos e as cores: verde escuro ou vermelho. Quando terminado o colegial a garotada presta vestibular para as universidades desejadas. Este ano a seletiva foi em agosto e o resultado divulgado no jornal ”Irish Times” com um caderno especial para notas dos cursos e das faculdades. Bem organizado e rápido!