Estamos vivos e ainda na Irlanda !

Comentários 16 Padrão

Lá se foram quase quase 5 meses desde o último post aqui no Blog. Assim como a vida na Irlanda, o tempo esta voando e com a correria do dia a dia tive que deixar o blog de lado por vários motivos. De toda forma, mesmo não postando continuei recebendo perguntas e isso me deixa feliz porque saber que já temos uma grande historia muitas informações compartilhadas no blog.

Bem, seguimos a nossa vida aqui na ilha verde trabalhando e colhendo os frutos de tudo que fizemos até agora. O primeiro ano do intercâmbio foi muito complicado porque tudo era novo, a dificuldade com a língua e ainda a correria por trabalho. No segundo ano as coisas começam a melhorar e a estabilidade veio de várias formas tanto no trabalho e como na vida. Em março desse ano renovamos o nosso último visto para o curso de inglês e abrimos o terceira parte da nossa aventura. No inicio, a ideia inicial era ficar 1 ano, aprender o inglês e pagar todas as despesas da viagem. Conseguimos atingir todos os objetivos e até supera-los. No segundo ano o projeto era maior ainda com o inglês e ainda viajar. Mais uma vez atingimos os objetivos e então decidimos ficar o terceiro ano já que tudo esta dando certo. Para esse ano o projeto é quase o mesmo do segundo com algumas mudanças apenas srsrsr. Hoje podemos dizer que estamos estáveis em quase todos os aspectos porque estamos trabalhando, podemos planejar algumas viagens, estamos morando sozinhos e ainda temos o nosso gatinho Dexter. Depois de um tempo a vida de intercambista da uma esfriada e você passa a viver uma vida normal com projetos a médio longo prazo, trabalhando suas horas por semana, pagando suas contas e as novidades digamos que diminuem. Claro, Dublin e uma cidade de mais de mil anos e não conhecemos nem a metade do que existe por aqui as vezes pela falta de tempo ou preguiça mesmo.

Uma coisa que podemos afirmar de tudo que já aconteceu até agora é de que tudo valeu e esta valendo muito a pena. Além da parte do inglês e pagar a viagem que era o foco central desde o início, se fomos analisar tudo que aconteceu podemos afirmar que tivemos muitas surpresas e conquistas. Na minha opinião além da parte de viver fora do Brasil em si, o que eu mais gosto é o choque cultural. Eu fico fascinado em sentir coisas, comer coisas, ate aprender outros idiomas  mesmo que sejam palavrões ou expressões como olá e como vai. O amadurecimento pessoal e algo incrivelmente incrível porque você se vê de frente com um mundo totalmente novo e porque não, cativante. Esse contato direto com outras culturas abre os olhos e a mente de qualquer pessoa e nos leva a uma avaliação pessoal muito grande da vida, dos princípios e valores que “pensávamos” ser essenciais para a vida. Vejo que as pessoas por aqui dão um valor muito grande na vida, o viver e algo importante e não os bens, carros, jóias, etc… Viajar e algo que tem que ser feito pelo menos uma vez ao ano e não somente deixar para quando der em um sonho distante. As pessoas aqui tem carros como em qualquer lugar do mundo só que o carro e um objeto e não parte ou ponto mais importante da família. As pessoas cuidam mais dos carros do que das pessoas no Brasil as vezes.  A vida pode ser vivida de uma forma simples e mais feliz. Todo mundo quer ganhar dinheiro entretanto viver é mais importante do que tudo.  Você conhece pessoas formadas em profissões que podem dar uma boa carreira mais preferem trabalhar num PUB, juntar dinheiro por 1 ano e sair de férias sem destino certo. O que vale mesmo a pena e viver e não trabalhar ate morrer e não aproveitar nada.

Grécia

Grécia

Marrocos

Marrocos

Veneza

Veneza

Aniversário da Stéfane - Julho 2013

Aniversário da Stéfane – Julho 2013

Nossa vida tomou uma direção nova quando mudamos para uma casa so pra gente. Ficamos mais próximos e com a chegada no Dexter tudo ficou diferente. O danadinho e uma graça e não tem nada melhor que chegar em casa e ele vir querendo carinho, miando e passando entre as pernas. Passamos a viver pra ele também porque ele depende da gente então e uma troca de carinho e atenção porque por mais que falem que os fatos são egoístas ou dependentes eles precisam da gente e e ótimo se sentir responsável por um ser vivo…

2013-06-30 12.45.46 2013-07-14 12.10.07Eu continuo aqui na Escola NED trabalhando com a venda de cursos e suporte aos alunos. Também sigo firme no Drinks2u onde por sinal tive algumas vitorias significativas e incríveis para minha vida profissional. Participei da montagem do projeto para um trial no Old trafford em Manchester, lendário estádio do Manchester United. Apresentamos o projeto e fomos convidados para 4 jogos teste no final da temporada passada. Trabalhei no jogo em que o United foi campeão da Premier League, depois no classico United x Chelsea, no jogo de despedida do Alex Ferguson e ainda no evento Red Heart com o jogo United x Real Madri com jogadores lendários como Raul, Zidane, Morientes, Van Nistelrooy, Salgado entre outros que eu sempre jogava com eles no video game então confesso que quase chorei nesse dia kkkk, (coisa de menino mesmo). Bem depois de um trabalho brilhante de toda a equipe conseguimos o contrato para a temporada 2013-2014 o que significou muito pra mim porque fiz parte diretamente de tudo e posso dizer que contribui diretamente para o sucesso do projeto. Agora temos pela frente 70 eventos em 1 ano por lá além dos eventos aqui em Dublin no Aviva, The O2 e outros lugares. Nesse ultimo final de semana estivemos trabalhando em 2 shows do Bruce Springsteen em Kilkenny onde novamente pude conhecer uma banda sensacional.

20130505_120015
photoBem, vou ficando por aqui pro post não ficar muito grande (mais)… se tudo der certo vou conseguir postar com freqüência novamente e poderei ajudar a todos no sonho de vir pra Irlanda.

Fiquem a vontade para tirar as dúvidas comigo nas perguntas de cada post ou através do Facebook – Skype “andrejhs” – Instagram  ou pelo andre@ned.ie.

Abraços e sejam bem vindos novamente !

Porque as pessoas não conseguem trabalho na Irlanda? O que pode estar acontecendo?

Comentários 24 Padrão

Antes de vir pra Irlanda sempre ficava pensando na terrível experiencia que é sair entregando currículo. Quem já passou por isso, acho que 90% da população mundial sabe que não é uma das tarefas mais agradáveis porque entrar num lugar desconhecido para deixar um currículo pode trazer danos psicológicos a qualquer pessoal. O fato de alguém apenas pegar o seu Cv e jogar num canto é muito ruim mais o importante é tentar e tentar. Quando cheguei aqui na Irlanda fiz uns 5 curriculos diferentes e sai por ai entrando em tudo que lugar para deixar meu currículo e deu certo. Consegui 2 chances em restaurantes onde acabei ficando no italiano como falei aqui a pouco mais de 1 ano atrás. Depois que comecei a trabalhar aqui na NED ainda enviei meu currículo pra uma empresa que trabalhar com bebidas, fui chamado e acabei de completar 1 ano lá também. A Stefane quando voltou do aupair também fez essa mesma coisa e saiu pela cidade entregando de porta em porta sem medo e logo no segundo dia conseguiu um teste. Ela esta trabalhando no mesmo lugar até hoje. Nessa parte uma coisa é certa, quanto mais tentar melhores serão as suas chances de sucesso e principalmente de retorno positivo porque a sua grande chance vai ser chegar no lugar em que o cara esta precisando urgente de alguém. Eu sempre falo isso, quanto mais tentar melhores serão as possibilidade de sucesso. Enviar pela internet funciona também só que as chances são menores. Sei ainda que existem dezenas de empregos diferentes mais os empregos iniciais que geralmente pegamos como bar, restaurante, hotel etc.. .certamente indo pessoalmente sua chances crescem consideravelmente.

Essa parte inicial é apenas uma dica porque o grande problema mesmo da maioria das pessoas é a falta de cuidado e principalmente falta de preparo do currículo. Recentemente fui convidado por 2 Irish que tem uma empresa em Dublin para auxiliar no processo de triagem de algum currículos para as vagas que eles procuravam. Nesse caso o currículo foi recebido por e-mail então a primeira parte que eu falei não se aplica mais a parte do currículo é a mesma. Não posso dar muitos detalhes do que se tratava mais posso citar as loucuras que vimos. A grande maioria dos currículos eram de brasileiros e eles me passaram algumas coisas que queriam para conseguirmos chegar a um numero bom de candidatos. Eles não estavam buscando pessoas com grande experiência ate mesmo porque o trabalho era simples e qualquer pessoa pode fazer mais algumas coisas me deixaram assustados e comecei a entender porque tantas pessoas não encontram trabalho. Eu não fui carrasco em nenhum momento até mesmo porque não conhecia ninguém que estava ali e só segui a orientação do pessoal,  nessas oportunidades você não pode privilegiar ninguém e ser profissional acima de tudo claro. Depois disso gostaria de destacar algumas coisas:

– Um currículo tem que ser preparado com carinho para cada empresa porque as pessoas enviam um arquivo com o nome de outra empresa como: Cv. Andre SPAR … eles enviam pro Tesco por exemplo. Esse detalhe faz a diferença. Outra coisa é que você tem que ter um Cv diferente para cada lugar porque não adianta entregar um currículo com experiência de cozinha para trabalhar como atendimento ao cliente. Quando cheguei aqui fiz 6 currículos diferentes, muita das coisas eram mentiras porque nunca tinha feito mais e dai. Eu queria é que o cara me chamasse pra um teste, fato que geralmente acontece. De ser verdade ou não e depois ir bem no teste é outra coisa. Não tem problema nenhum, claro depois você ter que dar conta do teste. Essas dicas claro são para empregos comuns, não estou falando de vagas especializadas ou oportunidades que exigem longos processos de contratação.

– Experiência Fake: Como disse acima não tem problema mentir, claro que não só que temos que saber mentir porque imagine essa situação. Você esta aplicando para uma vaga de cleaner. Ótimo qualquer pessoa sabe fazer esse trabalho só que se você tem vamos supor 30 anos e coloca lá n cv que você trabalhou de cleaner durante toda a vida, poxa tem alguma coisa errada. A geração de hoje é muito ligada e certamente qualquer pessoas conseguiria uma vaga pelo menos em um serviço administrativo. Não adianta também um currículo onde você vai colocar que trabalhou na UNILEVER, HP, NASA, APPLE E PRO GOVERNO SECRETO DOS ESTADOS UNIDOS e vai aplicar para a mesma vaga de cleaner, o cara da empresa vai pensar: Se esse cara é tão foda assim ele não vai aguentar trabalhar aqui. É uma questão de lógica as coisas, tem que mesclar pra dar certo.

– Muitas pessoas colocam referencias do Brasil, eu acho até valido só que dificilmente uma pessoa vai ligar no Brasil para pedir uma referencia. Um site é bem vindo nesse caso. Se você conhece alguma pessoa na Irlanda ai sim faz diferença. Se você ja trabalhou deve colocar o seu antigo boss mais se ainda não trabalhou e tem um amigo Irish esse cara pode te ajudar colocando o telefone dele. Eu sempre falo que o primeiro emprego que é o mais difícil porque ninguém te conhece mais depois desse os outros vão ser fáceis.

– Um currículo organizado e bem dividido chama a atenção pela simplicidade. Aqui não existe um tipo de currículo especifico mais o simples é sempre recomendado. Não adianta encher de coisas porque quase sempre o inglês do google fica muito errado e o dono da empresa vai desistir de ler seu Cv logo no inicio. Coloque logo no inicio o telefone, nome e endereço porque é isso que a pessoa vai querer saber. Aqui ninguém tem habito de colocar dezenas de telefones no Cv principalmente falando se é Vodafone, O2, Tesco enfim … isso é no Brasil aqui todo mundo liga pra qualquer telefone. Quando mais telefones você colocar pior porque o que você colocar pode estar desligado e dificilmente ele vai tentar ligar no outro. Isso aconteceu varias vezes. O Cv aqui é igual ao do Brasil, então não crie um livro que ninguém vai ler.

– Cuidado com as fotos. Nem todas as empresas pedem foto então pode ser que a foto atrapalhe enquanto a ideia é ajudar. Se for colocar uma foto escolha uma foto apropriada porque recortar foto de festa de colocar não ajuda em nada. Nada como uma foto bonita com uma roupa adequada. Algumas pessoas colocaram fotos até com copo na mão…. lamentável.

– Pra essas vagas que eu ajudei eles não queriam saber no que as pessoas tinham trabalhado e eles estavam olhando mesmo a idade e principalmente se já tinham trabalhado na Irlanda porque isso indicava que a pessoa já tinha pelo menos uma pequena experiência aqui. Se você não tem nenhuma referencia da Irlanda não tem problema porque se o cara precisar ele vai te chamar mesmo sabendo que você nunca trabalhou por aqui.

Eu poderia aqui enumerar pelo menos uma dezenas de coisas malucas que vi nos currículos mais todo mundo já esta cansado de saber essas coisas e ainda continuam insistindo no erro. A falta de qualificação sempre é um fator que pesa muito na hora de uma contratação, você pode até nunca ter trabalhado em nada mais se conseguir fazer um Cv legal com certeza a pessoa vai se interessar por você.

Nesse caso como disse os caras pegaram Cv pela internet mais em 90% das vezes você tem oportunidade de estar frente a frente com o gerente então é tentar ser convincente e chamar atenção do cara. Se tiver uma placa do lado de fora da empresa solicitando um staff você já tem metade do caminho andado mais não adianta chegar e jogar o Cv no balcão, ir entregar currículo em turma. Você tem que chegar perguntar pela vaga, se apresentar e falar em menos de 30 segundos da sua experiência para essa vaga e tentar de toda forma descolar um teste, só depois disso entregue o Cv. Claro que não é todas as vezes que você vai ter a chance de fazer isso mais pergunte pelo gerente e mesmo se ele for Brasileiro fala em inglês porque é triste quando as pessoas chegam e falam ….. você é Brasileiros né .. … pqp.

Se você analisar tudo que eu escrevi acima não é nada diferente do que geralmente “temos” que fazer o Brasil então é se preparar e não apensar sair jogando currículo pela cidade.

Orçamento – Intercâmbio na Irlanda

Comentários 31 Padrão

Retornamos ao Brasil em maio de 2014 mas seguimos o nosso trabalho de orientação e orçamento com as escolas parceiras em Dublin. Alias, foi assim que nasceu o blog e todo o nosso trabalho. Fiquem a vontade para perguntar e tirar dúvidas conosco. Preencha o formulário com nome, email e informações sobre o curso como tempo de curso, previsão de embarque, etc. Depois de enviado você receberá um contato dentro de 48h.

E-mail andrejhs@hotmail.com
Facebook ou
Skype: andrejhs

Quer compartilhar essa novidade no facebook, clique aqui

Aguardo seu contato, abraços

Trabalho fixo + part time

Comentário 1 Padrão

Completo essa semana 1 mês de trabalho na escola NED. Graças a Deus e meus amigos estou indo muito bem e a tendência é melhorar mais ainda com o crescimento de um network bacana. Com esse trabalho vou me manter aqui e ainda pagar as parcelas do meu curso e passagem aérea que faltam e ainda quem sabe sobrar uma graninha pra viajar de vez enquando. Mesmo tendo trabalho fixo é claro que procuro me ocupar nas horas vagas porque temos que aproveitar ao máximo cada minuto de um intercâmbio. Quando cheguei aqui em março logo fiquei sabendo de uma empresa que contrata pessoas para trabalhar com vendas de refrigerante, cerveja e cachorro quente em festas, shows, jogos e eventos em geral. Na época enviei meu currículo e depois de 7 semanas me chamaram pra uma entrevista, fui, passei e meu nome ficou na lista de espera. Passados quase 6 meses recebo um e-mail da empresa perguntando se ainda tinha interesse, disse sim claro. Como esses eventos são sempre a noite ou no final de semana posso me organizar de forma que não atrapalhe minha atividade principal.

O trabalho era vender refri e cachorro quente no jogo Irlanda x Eslováquia no Aviva aqui em Dublin, jogo válido pelas eliminatórias da Eurocopa que vai acontecer na Polônia e Ucrânia no ano que vem. Como se tratava de um jogo organizado pela UEFA não podíamos vender os produtos nas arquibancadas então ficamos nos portões de acesso e corredores externos perto dos outros bares fixos do estádio. Foi uma experiência muito bacana e diferente, pesada também porque afinal 24 garrafas de 500ml nas costas não é tão leve assim entretanto os 60 cachorros quentes em outra mochila na parte da frente ajudam a controlar o peso e tudo dá certo no final. Tirei algumas fotos antes de iniciar os trabalhos porque depois que o boss chega temos que entregar celulares, carteiras e outros objetos que estejam no bolso. Na entrada recebemos uma camiseta padrão para os staff que trabalham em qualquer atividades dentro do estádio. Foi muito bacana uma pena que na hora do jogo não estava com nada pra tirar foto porque estádio cheio é muito lindo, a grana é um tapete e mesmo com tudo isso a seleção laranja e verde só empatou em 0x0 com a Eslováquia. Eu iria trabalhar por esta mesma empresa hoje no show da Rihanna mais fui cortado da lista final :(, tenho outros 3 eventos pra esse mês com eles, vamos ver se dá certo… ao final de pouco mais de 2 alunos, tinha 30 euros no bolso e muita historia pra contar da minha primeira vez como vendedor de cachorros quente……

Este slideshow necessita de JavaScript.

COMO CONSEGUI ESSE TRABALHO? Corri atras, é como sempre digo aqui no blog… se você correr atras as coisas acontecem e logo logo todo mundo se acerta no primeiro trabalho e até mesmo o segundo.

Oportunidade para quem esta procurando emprego

Deixe um comentário Padrão

Dear André,

Jobs.ie is delighted to be working with the Irish Sun to bring the “Get Ireland Working” roadshow to a province near you. Each event is free and you’ll get practical advice on CV writing and interview preparation, learn about the training opportunities available and find out about internships and jobs near you.

With a variety of guest speakers ranging from recruitment specialists to business leaders the “Get Ireland Working” roadshow aims to provide relevant and useful information to help people get back into the workplace.

Each venue will host two events a day lasting three hours each. Jobseekers will be invited to engage with panelists during the seminar sessions which will last for one hour and will be followed by two hours of break-out sessions where guests can select areas where they would like further advice.

The Roadshow Schedule

Limerick, Tuesday, September 27th 2011
Location: Strand Hotel, Ennis Road, Limerick
Time:10am – 1pm and 2pm – 5pm

Galway, Thursday, September 29th 2011
Location: The Meyrick Hotel, Eyre Square, Galway
Time:10am – 1pm and 2pm – 5pm

Sligo, Tuesday, October 4th 2011
Location: Sligo Strand Hotel, Strandhill Road, Sligo
Time:10am – 1pm and 2pm – 5pm

Dublin, Thursday, October 6th 2011
Location: Davenport Hotel
Time:10am – 1pm and 2pm – 5pm

Jobs.ie will be at every roadshow so why not come over and say hello? We can review your CV, and show you how Jobs.ie can work for you in your job hunt.

We hope to see you there.

All the best
The team at Jobs.ie

E-mail recebido pelo site www.jobs.ie

Cortei o dedo

Deixe um comentário Padrão

Se você pretende trabalhar em restaurante, cozinhas ou qualquer outro lugar que sirva comida você precisa conhecer essa dica. Quando ainda estava no restaurante participei de um treinamento sobre trabalho em cozinhas e aprendi uma regra básica e simples. Toda vez que você cortar o dedo avise imediatamente o chef ou superior e sempre use um band aid na cor azul.

Mais porque na cor azul André? Simples, porque se ele chegar a sair do dedo vai ser fácil localiza-lo no meio da salada, no meio do macarrão ou até mesmo na pizza. Parece piada mais é verdade, no meu caso como trabalhava muito com aguá usei também um luva para proteção do dedo claro e para não molhar o curativo.

6 meses de Irlanda, mais já?

Comentários 26 Padrão

A frase já esta repetida aqui no blog mais como o tempo passa rápido por aqui, não parece mais já completamos 6 meses (8 de setembro). Me lembro quando saímos da nossa querida Patos de Minas carregando malas cheias de roupas, tênis, pão de queijo e muitos sonhos e hoje chegamos ao expressivo número de 6 meses. Muita coisa se passou desde aquela terça feira nublada e fria do dia 8 de março e hoje estamos com metade da primeira parte do nosso projeto percorrida, muitos obstáculos foram vencidos e várias conquistas, muitas lições, um amadurecimento muito grande e certeza de ter feito um ótimo planejamento porque tudo saiu dentro do previsto e não chegamos a passar grandes dificuldade financeiras. Graças a Deus na última hora quando estava com apenas 20 euros consegui um trabalho pela indicação do meu amigo Junior e depois disso todas as coisas estão caminhando muito bem e melhorando a cada dia. Vou dar uma passada em alguns pontos importantes nesse tempo.

CADA UM SABE OS RISCOS E O QUE FAZER PARA SE ATINGIR UM OBJETIVO BASTA TER MUITA CORAGEM E PRINCIPALMENTE PERSEVERANÇA.

PLANEJAMENTO

Só chegamos aqui graças ao planejamento bem feito que tivemos. Viemos com passagem área, curso e seguros divididos no cartão de credito. Pegamos dinheiro emprestado para poder tirar o visto e arriscamos tudo em função de um sonho. Foi tenso porque tínhamos que nos manter aqui e ainda mandar um complemento financeiro para cobrir o cartão de crédito no Brasil mas hoje 6 meses depois da loucura de tomar essa decisão já quitamos o seguro e estamos nas últimas da passagem aérea e do curso. Em Dezembro quitamos tudo dai só ficara a grana que pegamos emprestado para declarar na imigração hehehe, essa é a segunda parte do projeto que vai ser resolvida de uma forma bem mais rápida. Claro para conseguir isso controlamos ao extremos de gastar apenas 10 euros de comida por semana pra cada um e não sair de jeito nenhum porque cada centavo esta planejado e não poderia ser gasto de qualquer maneira.

CHEGADA

É estranho quando se chega aqui porque depois da euforia do voo a chegada é meio tensa porque você vai vendo as ruas e pensando é aqui mesmo? como vão ser as coisa? será que vai dar certo? são tantas dúvidas que chega a assustar, você não tem escolha e tudo que viu na internet sobre a cidade de repende esta a sua frente… do medo da chegada a sensação de ter chegado mesmo levam algumas horas ou dias. O mais interessante é saber que você esta a centenas de quilometros de casa e que não tem como voltar pra trás, pelo assim da noite para o dia.

ADAPTAÇÃO

Nossa adaptação pode-se dizer que foi muito tranquila, não tivemos dificuldade com comida, clima, agua, nada.. tudo muito tranquilo. Até do frio que achavamos que seria dificil mais de boa até agora, vamos ver no inverno que esta chegando como vão ser as coisas. A gente se sente em casa porque todo é tão tranquilo que certas dificuldade nem são notadas e as coisas boas passam por cima disso tudo. Andamos por qualquer canto da cidade tranquilamente já e temos condições de orientar bem as pessoas nas ruas sobre pontos turisticos, lojas e outras situações que se exige um senso de localização. Não tivemos problema nenhuma com segurança, não fomos atacados na rua por ninguem, não vimos grandes problemas e sentimos um clima muito bom na cidade mais claro que tem problema, regiões mais dificeis mais assim….. anos luz do Brasil no quesito segurança. Não tivemos problemas tambpem com o fuso horario porque na chegada é tanta coisa pra fazer, a ansiedade é muito e você acabando deixando o sono de lado e quando deita mesmo pra dormir é so fechar o olho e apagar ….

EMPREGO

A coisa não está fácil realmente mais depois de 3 meses todo mundo se acerta e arruma pelo menos um trabalho de 3 dias por semana que se tornam mais que suficientes para pagar as despesas. Conheço pessoas que tem 2, 3 empregos e olhe que não tem assim um inglês de ponta em…. os caras tem coragem, tem raça e saem atras do trabalho igual loucos, não ficam em casa com um computador no colo e muito menos tem medo de levar não. Todos os dias saem com 50 Cv debaixo do braço e bate de porta em porta…. é uma questão de tempo até encontrar alguma coisa. Mais fácil ainda para aqueles que desenvolvem uma rede de amigos bacana e são lembrados para uma indicação, essa rede de amigos não é feita necessariamente num pub mais na escola, na rua, na internet em tudo que lugar. Aqueles que mais se dão bem são aqueles que ajudam os outros, que indicam plaquinhas de empregos e vão juntos lutando porque a maioria das pessoas que vem pra cá infelizmente se tornam mesquinhas ao ponto de negar um simples telefone do cara que controla as bikes que fazem o transporte das pessoas (aconteceu comigo). Um amigo me disse que as pessoas chegam aqui e viram bichos, não conhecem os brasileiros irmão de país e literalmente correm de todo mundo com medo de perder um trabalho de limpeza num hotel, uma venda de jornal ou qualquer outra coisa. Desde que cheguei sempre tive a ideia ao contrario sempre ajudei quem eu pude, dei dicas, enfim sempre caminhei junto com quem me pediu ajuda ou alguma coisa e acho que tudo da certo para quem faz o bem sem olhar a quem. Hoje fico feliz ao ver pessoas que chegaram junto comigo trabalhando e construindo seus sonhos com muita luta…. sempre estou disponível pra qualquer coisa. Já ajudei pessoas que depois nem me disseram obrigado, outras que sumiram e outras ainda que se tornaram amigos e amigas pessoais, mais e dai, isso não importa o legal e saber que esta se fazendo o bem.

Hoje vejo pessoas correndo pra todo lado atras de trabalho assim como eu fiz também, sem descansar, sem tempo pra balada e muito menos pra uma pint de 5 euros, mais tenho a certeza de que todos vão se acertar porque hoje depois de 6 meses vejo que o emprego realmente está difícil mais é quase igual ao Brasil. Imagine você mudando pra uma cidade onde não conhece nada e ninguém e ainda por cima não fala bem a língua.. é começar uma historia do zero, é um risco muito grande mais depois de algum tempo de dedicação e esforço o trabalho vai aparecer. Conheci pessoas que chegaram e na mesma semana conseguiram trabalho, pessoas que depois de 1 mês já tinham um fixo e outros que levaram 3 ou 4 meses como eu. É tudo uma questão de estar no local certo e na hora certa então quando mais tentar maiores serão as chances.

Bem eu trabalhei num hotel durante 3 dias no primeiro mês depois fiz um bico num restaurante onde me enrolaram e queriam que trabalhasse 1 semana de graça, sai fora e continuei a luta. No final do segundo mês consegui um trabalho por indicação num restaurante italiano onde fiquei exatos 3 meses, passei muitas barras por lá, muuuuuitas mesmo credo, foi uma fase terrível em que eu pensei em desistir várias vezes mas como não tinha escolha o jeito foi aguentar e seguir em frente. A dificuldade com a língua que em muitas vezes pegou, sem falar na relação funcionário x chefe que era terrível eram minhas cruzes … Mesmo com esse trabalho continuei procurando outras coisas, enviava currículo todo dia pra tudo que lugar, ficava sabendo de uma coisa e corria lá. Consegui algumas vagas pra trabalhar em limpeza de eventos mais como os horários não deram certo acabei dispensando. Depois desse tempo graças a uma boa relação que sempre tive com a escola NED fui convidado pra trabalhar no marketing e vendas da escola onde estou vai fazer 3 semanas. Depois disso também consegui um trabalho de vendedor de refrigerantes, cerveja e cachorro quente em estadio, só fui uma vez por enquanto mais vai aparecer outros dias e com certeza estarei na lista de staff porque fui muito bem no primeiro dia. O lance é correr muito atras e nunca desistir. Aqui cada um esta por conta própria e se você não fizer as coisas ninguém vai fazer por você, você pode ate ser ajudado com uma indicação mais certamente terá que correr muito, mais muito mesmo até conseguir se firmar por aqui.

A Stéfane conseguiu uma posição de Au pair logo no primeiro mês e onde esta ate hoje, ela vai voltar no inicio de novembro pra Dublin para retomar as aulas e agora sim com inglês melhor tentar um emprego por aqui. As coisas para meninas são bem mais simples e fáceis, é chegar se cadastrar nos sites com um bom currículo verdadeiro ou não e ter a coragem de se arriscar nessa aventura que é morar numa casa Irish. Claro que existem outras vagas em outras atividades para as meninas mais Au pair realmente é o caminho mais fácil para se ganhar os primeiros euros aqui na europa.

O BLOG

Da ideia de deixar os amigos informados no Brasil acabamos criando um grande ponto de encontro de pessoas interessados em intercambio. Hoje temos em média 700 visitas por dia, tudo graças a muito esforço e dedicação para manter o blog sempre atualizado. É um prazer pode ajudar as pessoas, receber um comentário positivo, um elogio mais principalmente saber de e alguma maneira estamos facilitando o processo difícil e confuso que um planejamento de intercambio afinal passamos pela mesma experiencia e sabemos que falta muita coisa na internet e é em cima disso que sempre estamos trabalhando. Claro que tudo depende da combinação de horários e fatos interessantes então tem semanas que atualizamos mais e outras menos entretanto nunca deixamos menos de 3 post semanais mantendo sempre o blog como fonte de informação. O mais interessante é depois você encontrar pessoas aqui em Dublin numa roda e alguém dizer que acessava o blog, que foi legal e tal… já teve vezes que alguém disse isso e fiquei caladinho heheh só ouvindo a experiencia da pessoa, muito legal … isso não tem preço. Acredito que o blog abriu muitas portas pra mim porque graças a ele fui condidado pra ser colunista do Dublin para Brasileiros onde conheci várias pessoas que de certa forma sempre me ajudam com algo e assim vamos levando esse projeto.

ALIMENTAÇÃO

No inicio controlamos muito nossa alimentação para não gastar além do que podíamos mais hoje com as coisas caminhando bem nossa sacolinha sempre tem bastante variedade, melhor até que no Brasil porque aqui temos mais horários para as coisas, temos mais planejamento do dia, coisa que não acontecia no Brasil onde 90% da nossa alimentação era de padarias e lanchonetes. Nesses 6 primeiros meses eu perdi 9 kg. Faço meu próprio almoço o que foi um desafio também porque não sabia nem fritar ovo direito mais como minha família tem no sangue a culinária não tive problemas e hoje já sei fazer um cardápio bem bacana, heheheh. Um ponto que ajudou nessa perca de peso foi cortar as frituras, aqui não como nada frito só assado e também andar me fez muito bem (nossa como a gente anda aqui). Antes não ia na esquina a pé hoje são pelos menos 20 minutos de caminhada todo dia. Quando estava procurando trabalho andava quase 13 km por dia. Essa parte esta sendo muito bacana porque compramos muita coisa diferente da nossa alimentação no Brasil porque aqui as coisas são muito baratas, você vai no Tesco e com algumas moedas já enche a sacola.

MORADIA

Na primeira semana em Dublin encontramos o AP que estamos até hoje, ele é bem localizado no centro da cidade e perto de tudo, pagamos 200 euros cada um pelo quarto com cama de casal. Moramos em 4 pessoas (2 em cada quarto) todos Brazucas. Não temos planos de mudar a não ser que apareça uma proposta muito boa ou um lugar que realmente seja muito bom. É muito fácil encontrar moradia aqui, tem milhares de ofertas na internet, basta ter paciência e procurar com calma que você encontra o que procura. É preciso se fazer uma analise da relação trabalho x escola x supermercados x transporte para não se ter um gasto muito elevado. Você pode encontrar uma vaga por 170 euros mais pode ter despesas muito altas com supermercados caros ou dificuldade de locomoção então é analisar e tomar a melhor decisão.

ESTUDO X TRABALHO

Fui na escola somente durante o primeiro mês e depois já tive que pedir férias para trabalhar porque afinal minha primeira meta era pagar as despesas para depois sim estudar inglês. No trabalho desenvolvi bastante porque falava inglês o tempo inteiro mais vai indo e o vocabulário vai ficando limitado porque você já aprendeu toda a rotina do lugar. Quando cheguei meu inglês era bem básico mais hoje já consigo entender muito bem (um fato natural é que o ouvido desenvolve bem mais rápido que a fala) mais ainda estou longe de estar muito bom ou fluente. Agora com um emprego com horários mais controlados espero poder me organizar e voltar a estudar, bom que agora estaou trabalhando na minha escola dai facilita muito tudo. A Stéfane tambem veio com inglês mais básico que o meu e graças a experiencia de au pair ela desenvolveu muito, mais muito mesmo a ponto de alguns momentos ela se comunicar melhor que eu. Voltando agora em novembro ela também espero poder conciliar estudo e trabalho. Nós já viemos conscientes desse processo e que teríamos que trabalhar primeiro para depois pensar no estudo então é esperar o tempo e se adequar as possibilidades.

PONTOS POSITIVOS

O amadurecimento é muito grande numa experiencia dessa, é tanta coisa que esta sobre sua responsabilidade que as vezes dá vontade de pular no rio liffey, mais no final tudo dá certo e você vai colhendo os frutos do esforço e das dificuldades. A administração financeira esta sendo um ponto muito positivo pra mim porque no Brasil minha vida era o cartão de crédito e gastava sempre mais do que podia. Aqui como não o uso tive que aprender a controlar o impulso pela compra de qualquer coisa desde uma camiseta até alimentação. É muito bom comprar apenas a vista porque você tem o controle exato de quanto pode gastar e o que pode comprar. Acredito que para mim esse ponto tem sido o mais incrivel porque como eu mudei, nossa principalmente em relação a lanches na rua, hoje não como praticamente nada na rua, tudo em casa. Comer na rua no Brasil acabava com minha saude e com meu bolso kkkkkkkkk.

Outro ponto muito positivo é o contato com outras culturas, outros povos e as diferenças nas linguas, na alimentação. Vivendo numa cidade pequena a vida toda sempre tive a cabeça muito aberta mais depois que cheguei aqui me apaixonei mais ainda pelas diferenças culturais. Tirando a lingua que é visivel na rua é incrivel ver como as pessoas se vestem, como se comportam, como tratam seus filhos e como levam a vida. O clima de Dublin é ótima para quem gosta disso porque é uma mistura tão grande, é gente de centenas de paises e a cidades se torna uma mistura muito grande de culturas, linguas, comidas e pessoas. Outro ponto muito importante é a descoberta de forças e habilidades novas. Paciência, persistência, luta, garra, poder de decisão entre outras coisas são sentimentos que você certamente irá se encontrar.

PONTOS NEGATIVOS

O ponto mais negativo claro é ficar longe da família e dos amigos, entretanto isso aqui não é nossa vida real, é apenas uma fase, um momento que pode durar alguns meses ou anos mais um dia todos voltaremos para os braços de nossos amados no Brasil. Não temos outros pontos negativos porque nossa adaptação foi muito tranquila mais cada um tem um ponto de vista e objetivos bem diferentes e é normal você encontrar pessoas que não gostam de nada por aqui, mais mesmo assim não abrem mão de ficar pelo menos um ano.