Orçamento – Intercâmbio na Irlanda

Comentários 31 Padrão

Retornamos ao Brasil em maio de 2014 mas seguimos o nosso trabalho de orientação e orçamento com as escolas parceiras em Dublin. Alias, foi assim que nasceu o blog e todo o nosso trabalho. Fiquem a vontade para perguntar e tirar dúvidas conosco. Preencha o formulário com nome, email e informações sobre o curso como tempo de curso, previsão de embarque, etc. Depois de enviado você receberá um contato dentro de 48h.

E-mail andrejhs@hotmail.com
Facebook ou
Skype: andrejhs

Quer compartilhar essa novidade no facebook, clique aqui

Aguardo seu contato, abraços

Coragem, motivação e pé no chão não me faltam

Comentários 7 Padrão

Texto enviado por e-mail:
Tassiana Ferreira
Santos – SP
avalon23@hotmail.com

Primeiro eu gostaria de parabenizar pelo blog. Venho lendo todos os posts e acho fantástico! Fico impressionada com a rápida adaptação de vocês em terras verdes e a forma de como vocês expõe as experiências vividas no blog. Congrats, André! De verdade!

Vou falar um pouquinho de mim, talvez isso ajude a sanar as minhas dúvidas depois.

Meu nome é Tassiana, tenho 36 anos, sou psicóloga e moro em Santos. Durante o dia eu trabalho em uma empresa na área de Comércio Exterior (importação e exportação) e à noite eu vou para o meu consultório atender meus pacientes. Desde a adolescência eu quis fazer intercâmbio e, por várias razões (nem vou enumerar aqui senão a mensagem vira uma enciclopédia… rsrsrs), decidi que agora chegou a hora! Depois de meses de muita pesquisa, eu conclui que a Irlanda é o país perfeito para a minha experiência de morar 01 ano fora do Brasil. Eu sei que eu não estou mais na faixa dos 20 e poucos, mas a idade não é algo que me preocupa, pois eu tenho o espírito super jovem e muita força de vontade!
Meu objetivo “racional”, digamos, de morar na Irlanda é estudar inglês. Eu gostaria de tornar meu inglês fluente. Atualmente, meu inglês é intermediário (muito subjetivo isso, eu sei…), mas já fiz alguns testes online de escolas de inglês aí na Irlanda e todas elas me classificaram como “intermediate”. Tenho facilidade com o listening, a minha compreensão é muito boa. Eu chego a entender 90% em uma conversa, assistindo filme, ouvindo radio e etc. Inclusive, eu tenho um grande amigo irlandês e conversamos bastante! Consigo compreender o que ele fala muito bem, a não ser quando ele solta as gírias ou usa os “irishms”… Aí é mais complicado, né? O reading também não é um grande problema, eu consigo compreender bem também ou pelo menos o contexto do texto. Meu “tendão de Achilles” é falar e escrever inglês! Nestes dois quesitos eu tenho dificuldade, não me pergunte o porquê… Talvez seja por vergonha ou não, eu travo ou gaguejo na hora de falar… Só que eu sei que aí na Irlanda eu terei que falar bastante! Por isso um dos meus focos aí é falar, falar falar!
Meu objetivo “emocional” deste intercâmbio é viver uma experiência que jamais vivi: morar em outro país, conhecer outras culturas, conhecer lugares, conhecer pessoas e… Por que não dizer conhecer a mim mesma? Por mais que o objetivo principal seja estudar inglês para que se torne fluente eu também quero fazer uma “viagem ao fundo do ego” e tenho certeza de que será incrível!

Embora a vontade de morar fora seja um desejo de adolescência, hoje eu tenho a maturidade para saber que nem tudo são flores… Eu tenho consciência dos riscos, eu sei que irei sentir saudades de casa, da família, dos amigos, da comidinha caseira, vai ter horas que eu vou pensar “o que é que eu tô fazendo aqui?!” e principalmente sentir falta do conforto de ter um emprego estável e uma vidinha tranqüila. Mas depois de muitas sessões de terapia (sim, os psicólogos também fazem terapia! Rsrsrs…) tenho em mente que a vida é feita de escolhas e cada escolha tem seu preço: se para viver uma experiência no exterior eu terei que abrir mão de tudo o que envolve a “zona de conforto”… Que assim seja! Eu estou disposta a assumir os riscos em nome do meu inglês e da minha egotrip. Não tenho medo de largar meu consultório, emprego e um salário razoável (nível de Santos) para “esfregar um chão” de gringo! O máximo que pode acontecer é eu não arrumar emprego e ter que voltar para o Brasil. Aí começo tudo de novo!

Coragem, motivação e pé no chão não me faltam, André!

Ainda nos quesitos riscos e nem tudo são flores, acredito que todos os brasileiros temem a questão do emprego e dinheiro (ou a falta deles) para se manter na Irlanda, não é mesmo? Comigo não seria diferente, claro… Mesmo com tanta disposição pra bater perna atrás de emprego seja ele qual for eu tenho dúvidas com relação à busca por esse emprego… Eu topo fazer qualquer coisa: ser cleaner, garçonete, limpeza geral, trabalhar em lojas… QUALQUER COISA MESMO! O que importa é ganhar um dinheiro que pague meu aluguel, alimentação, transporte e se souber administrar bem a grana até sobra pra fazer umas viagens no final do intercâmbio, né?

Não vou entrar no assunto de crise na Irlanda, se tem emprego ou não e blá, blá, blá… Concordo com você quando diz que “quem corre atrás consegue emprego”. E é isso que eu vou fazer!

Nigthlife por Mari Pace

Comentário 1 Padrão

Texto enviado por e-mail:
Mari Pace
Juiz de Fora – MG
mari_ctw@hotmail.com

Essa semana fui na tão famosa noite de terça do Dicey’s! Vou explicar!

Dicey’s Garden é um pub suuuuuper bonitinho que tem várias promoções durante a semana. Semana passada fui la na segunda-feira encontrar alguns amigos que descobri que estão morando aqui. Na segunda a pint (um copo com modesto 500ml de cerveja hauhahau) custa 2,50 euros. Mas estava muuuito vazio! Então descobrimos a tal famosa noite de terça onde tooooodos as bebidas custam somente 2 eurinhos! E tem até um hamburguer que eu não experimentei, mas dizem que é muito bom, também a dois euros. Além da bebida barata, antes das 19h entrada free (após esse horário se não me engano são 5 euros). Então como a bebida é beeeeem barata, acaba atraindo um número gigantesco de estudantes, principalmente brasileiros!

Lá não é um pub qualquer como os milhares que tem por aqui, tem DJ e música em todos os ambientes, além de uma pista de dança interna e uma mini boate subterrânea, ou seja, para nós brazucas que morremos de saudade de cair na pista é o paraíso!

A quantidade de brasileiros é absurda, mas logicamente seguindo o padrão de Dublin nos deparamos com várias línguas e nacionalidades diferentes!! O legal é que lá a primeira pergunta que qualquer pessoa te faz não é nem teu nome… é “where are you from?” hauhauhauha

O Diceys tem vários ambientes! Quando você chega na porta você não dá nada pelo lugar (como na maioria dos pubs por aqui), mas lá dentro é incrível! Um primeiro ambiente fechado, com vários sofás e depois o Garden, um ambiente aberto com uma decoração linda! Principalmente agora que estamos no verão e o sol se põe por volta de 22h está uma maravilha curtir a night aqui! Além da mini pista subterrânea ainda tem a areá vip, que é um mezanino no Garden.

A música é bem variada. No começo umas musicas mais pops (tocou de Lady Gaga a Michael Jackson) e depois mais música eletrônica! Então, para os maiores de 21 anos, assim que estiver em Dublin anote como “parada obrigatória” a terça na Diceys!!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se você tem vontade de contar suas histórias aqui no blog é só entrar em contato comigo, não precisar ser nenhuma escritor, é só abrir o word e soltar seus dedinhos hehehe. Você pode contar sobre sua preparação para a viagem, seus objetivos ou fazer como a Mari, relatar seus primeiros dias aqui na terra verde. Considero esse blog um encontro de amigos em onde todos podem se manifestar, tirar sua dúvidas e principalmente ajudar um ao outro.

O e-mail para envio de material: andreestefane@hotmail.com

Você já conhece nosso serviço de Transfer em Dublin?

Estamos chegando….. por Marina Duarte

Comentários 4 Padrão

Texto enviado por e-mail:
Marina Duarte
marina__duarte@hotmail.com
João Pessoa – PB

Bem, falar da minha futura ida para Dublin não é nada fácil, e só de pensar nisso a ansiedade me consome. Falta pouco mais de 1 mês para meu amigo e eu chegarmos a chamada “Ilha da Esmeralda”, e todo dia nos pegamos falando disso, compartilhando novas descobertas em blogs e comunidades, vendo taxas de euro e sonhando com o que vamos fazer quando chegar lá.

Tanto eu, quanto meu amigo Yuri, sempre tivemos vontade de fazer um intercâmbio, aí acabamos indo nas agências especializadas daqui (de João Pessoa) e ver o que mais nos interessava. De início, nem passava por nossas cabeças que iríamos para Irlanda, eu queria ir para Espanha, e ele para o Canadá. Até que entramos em uma das agências que o atendente nos deu um orçamento e um panfleto pequeno e sem importância que falava de Dublin, levamos para casa e inicialmente não demos importância. Mais tarde Yuri começou pesquisar sobre o tal país (Pesquisa, isso SEMPRE é muito importante para quem pensa em fazer qualquer tipo de intercâmbio/viagem). Depois de vermos as vantagens do país acabamos nos interessando mais por Dublin, e então decidimos nosso destino e que faríamos essa aventura juntos.

Então começamos nossa incessante pesquisa sobre a Irlanda, que por sinal até hoje ainda não acabou. Pesquisamos agência, escola, tempo de permanência na residência, data de ida e de volta, de onde íamos embarcar, pesquisamos tudo, e hoje, eu particularmente, pesquiso e penso todo dia no que eu vou colocar na mala =~~. Optamos por fechar com uma agência que não é da nossa cidade, por ser muito mais caro aqui, fechamos por e-mail e msn, e pra mim isso foi um risco muito grande. Portanto pesquisar sobre a agência, ser bem atendido, ver depoimento de pessoas que já foram por ela e falar com os agentes é sempre muito importante. Mas graças a Deus a que nos fechamos não deixou nada a desejar e até agora está ocorrendo tudo nos conformes. Mas é bom ficar em alerta, porque agências sem compromisso existem muitas. A escolha da escola foi bem mais fácil, procuramos uma que fosse reconhecida pela ACELS porque temos o intuito de aperfeiçoar mesmo o inglês e que não fosse também tão cara. Espero ter acertado nas escolhas HAHAHA.
Ah, e a ansiedade? A perspectiva? O nervosismo? A saudade? O medo? O inglês? A escola? O frio? Isso ta tirando o meu sono há algumas semanas já. Como disse anteriormente, moro em João Pessoa, Nordeste do Brasil, sol e praia é o que não falta aqui, mínima de 22° à noite, portanto o frio me preocupa muito. E a saudade, sei que vou sentir falta dos meus pais, de morar numa casa onde tenho eles para fazerem quase tudo o que preciso, onde não preciso me esforçar muito pra resolver meus próprios problemas. E lá na Irlanda vai ser diferente, as coisas só vão realmente acontecer mediante meus próprios esforços. E claro não é só disso que irei sentir falta, sentirei saudade do convívio diário com as pessoas que amo. Portando, estou curtindo o máximo das pessoas que irão ficar no Brasil e das coisas do Brasil.

Sem mais delongas, a ansiedade é o fator que mais nos atinge. Não sei bem como explicá-la, talvez por mexer tanto com nossa cabeça, ela se dividi entre chegar o dia para embarcar na minha nova vida e o quanto quero aproveitar ao máximo o que tenho aqui. Tem dias que passam devagar, dias que realmente passam rápido, é só alguém tocar no nome Irlanda, pronto, não me resta outro assunto. Tem coisas que a gente vê em blogs e comunidades que nos deixam mais ansiosos, coisas que nos deixam receosos e ainda por cima resolver todos os problemas para não deixar nada pendente. Tudo toma uma perspectiva diferente, a imaginação se solta, as lágrimas começam a encher os olhos, o medo bate na porta, e num ponto alto de ansiedade acontece até a oscilação de humor quando algo parece não estar nos conformes, as pessoas que você ama, passa a amá-las mais e as querer mais perto, começa a querer ver todos os amigos, a ficar perto da família e, ao mesmo tempo, a cabeça já está lá em Dublin. De fato, a ansiedade é uma coisa que não dá para explicar totalmente, nem em tamanho, nem em força, ela afeta cada um de uma forma.

Como ponto positivo, a ansiedade ajuda a darmos mais valor aquelas pessoas afastadas e os “eu te amo” ficam mais frequentes. Tem que saber administrar bem, pois mal administrado pode-se tornar uma bomba dentro de você. Uma dica é se ocupar bastante, ser compreensivos com as pessoas que vamos deixar aqui, afinal, para elas também não é fácil e tentar achar um ponto de equilíbrio para que a ansiedade torne-se a mais benigna possível.

Se você tem vontade de contar suas histórias aqui no blog é só entrar em contato comigo, não precisar ser nenhuma escritor, é só abrir o word e soltar seus dedinhos hehehe. Você pode contar sobre sua preparação para a viagem, seus objetivos ou fazer como a Marina, relatar seus primeiros dias aqui na terra verde. Considero esse blog um encontro de amigos em onde todos podem se manifestar, tirar sua dúvidas e principalmente ajudar um ao outro.

Meu e-mail para envio de material: andrejhs@hotmail.com

Planejamento e decisões por Rody Ramos

Comentários 4 Padrão

Texto enviado por e-mail:
Rody Ramos
lechefe@hotmail.com
Araraquara – SP

Boa Noite aqui no Brasil são 02:11 AM e um friozinho que eu amo aqui está 15º C e em Dublin 5ºC.
Vamos ao que interessa, estou planejando o meu intercâmbio que está previsto para março de 2012.

Gente como é difícil escolher uma escola, estou nesse planejamento faz uns 5 meses já, e comecei pela MEC, passei pela SEDA, outras que não lembro o nome e atualmente encontrei a minha escola a NED, em todas fui muito bem atendido mas a atenção do Renato e do Carlinhos me deixaram mais seguro e a escola tb me agradou muito.

Fazer intercâmbio sempre foi um sonho e por mais que todos me empurravam pros EUA ou lugares mais quentes sempre fui mais fã da Europa e dos mínimos graus. Irlanda sempre foi um destino que flertei muito, mas devido a malfadada crise eu meio que adormeci por um tempo, mas agora decidi – Irlanda ai vou eu!!. Tenho acompanhado vários blogs e comunidades sobre a Irlanda e aproveitando minha insônia leio todos diariamente.

Me preocupo com o lance de trabalho, aliás é minha única preocupação, visto que terei que quebrar o meu porquinho para o curso e os 3 mil euros do banco, e ultimamente não o tenho alimentado muito bem, por isso que presto muita atenção qdo colocam sobre empregos, entrevistas essas coisas, vou absorvendo tudo pois certamente me ajudará muito.

No Brasil sou Chef de Cozinha me formei em Gastronomia pelo Senac e trabalho com eventos etc…conhecido ai como Catering, mas antes de me formar em Gastro me formei em Processamento de Dados – #aff, e hj como me sobra um tempo estou fazendo faculdade de TI pois poderei abrir mais o meu leque na caçada pelos empregos.

A Escolha do intercâmbio foi para aprimorar o meu inglês que esta adormecido desde a época do verbo to be, e mesmo com idas a Miami não dá pra treinar pois Miami é Brasil!

Acompanho as histórias de vcs e muitas vezes me emociono, rio, fico tenso, etc…o blog está ótimo.

Mas gente ainda tenho algumas dúvidas sobre a vida na Irlanda, e tb bate aquele frio na espinha imaginando como será a minha primeira semana ai em Dublin, procurar casa pra morar, amigos novos, outra cultura, clima, e mais um monte de coisa que me deixa excitado e com mais vontade que o meu dia chegue rápido, por mim iria logo agora em Dezembro para pegar neve mas preciso fazer td com calma pra que nada dê errado.

Outra coisa que preciso de um auxílio é na bagagem, como assim 32 KG??? Não consigo levar isso nem pra um fds no sítio, isso me deixa reticente pois sou consumista ao extremo, td bem que eu vou comprar qdo chegar ai mas vou querer levar muita coisa, preciso de um cardápio de roupas pra levar, espero ajuda.

Vou me despedindo e espero encontra-los em breve. Beijos e Abraços, beijos para quem quiser beijos, abraços para quem quiser ser abraço e beijos e abraços aos mais salientes.

Se você tem vontade de contar suas histórias aqui no blog é só entrar em contato comigo, não precisar ser nenhuma escritor, é só abrir o word e soltar seus dedinhos hehehe. Você pode contar sobre sua preparação para a viagem, seus objetivos ou fazer como a Mari, relatar seus primeiros dias aqui na terra verde. Considero esse blog um encontro de amigos em onde todos podem se manifestar, tirar sua dúvidas e principalmente ajudar um ao outro.

Meu e-mail para envio de material: andrejhs@hotmail.com

Primeiras impressões por Mari Pace

Comentários 10 Padrão

Texto enviado por e-mail:
Mari Pace
Juiz de Fora – MG
mari_ctw@hotmail.com

Olá pessoas! Eu sou a Mari, estou em Dublin a 4 dias e vou contar minhas primeiras impressões!!

Sou de Juiz de Fora – MG e vim com uma amiga no sábado. Peguei um voo da Air France do Rio para Paris (10h de voo) e lá fiz conexão para Dublin (mais 2h de voo). Cheguei por volta de 11h aqui. Na imigração foi super tranqüilo, um senhor muito simpático nos atendeu e perguntou quanto tempo iríamos ficar, respondi 6 meses, falei que era para estudar, entreguei o papel do colégio e pronto! Tiramos uma foto e ai sim tivemos o primeiro problema. Tínhamos comprado pela agência um translado do colégio (Eden College) que nos buscaria no aeroporto e levaria para a hostfamily, o que não aconteceu. Chegamos no aeroporto e não tinha ninguém nos esperando. Nossa sorte é que temos um amigo que mora aqui a 3 anos e foi nos encontrar no aeroporto, inicialmente só para dar um oi, mas foi nossa salvação! Ele ligou para o Vodafone que tínhamos da pessoa, mas ninguém atendeu. Ligamos para a escola que falou que ia tentar entrar em contato com ele. Depois eles nos retornaram falando que não sabia o que estava acontecendo, pediu desculpas e falou para pegarmos um taxi que seriamos reembolsadas (que já foi feito).

Escolhemos ficar na hostfamily por um mês, para dar tempo de procurarmos apartamento e nos ambientar com a cidade. Acabou que está sendo ótimo para conhecer a cultura e os costumes dos irlandeses também. Estamos morando em Dublin 5 (temos que pegar o dart para chegar no centro, mas são só 15min no trem) e demos muita sorte! Mora só uma senhora e seu filho de 37 anos (que esta em Nova York, ainda não o conhecemos). A casa é ótima e ela é uma fofa! Super atenciosa e faz questão de nos agradar, outro dia falei com ela que gostava de chocolate agora todo dia ela me da alguma coisa com chocolate! Fala pelos cotovelos e sempre nos corrige quando falamos alguma coisa errado. Ela anda brincando bastante com a gente por causa do sotaque do inglês americano! O nosso único problema ainda com ela é em questão aos horários.

Aqui eles tem horário para tudo! O café da manhã é as 9h e o jantar as 18h, essa semana estamos tendo aula a tarde então se a gente dorme até as 11h por exemplo (ainda estamos acostumando com o fuso horário) ela fica revoltada! E não deixa a gente ir pra aula sem comer nada, fica super preocupada. Nossa aula esta indo ate as 17h, então se a gente chega ainda não queremos jantar, ela fica super ofendida de irmos jantar as 20h!

A comida também ainda estou acostumando. O café da manhã é normal: café, chá (aqui eles tomam chá com água e leite, nunca tinha visto isso!) Nescau, torrada, nutella, geléia, manteiga, queijo, mixto quente e cereal. O almoço temos que comer na rua, como ainda não conheço muito a cidade, todos os lugares que tem comida achei caro, então já foram dois dias de mc donalds (sou suspeita, amo muito tudo isso!) e hoje eu comi pizza! A janta que está o problema! Bom, primeiro dia foi mais normal, frango assado, brócolis e batata frita. Mas mesmo assim achei a comida um pouco seca. No segundo dia foi péssimo! Ela fez um arroz branco, com molho de tomate, frango desfiado, cogumelo, cenoura, um negocio verde que eu não descobri o que é e muuuuuuuita pimenta! Hoje foi o melhor dia por enquanto, ham, brócolis e batata cozida!

Na escola ainda não deu para perceber como vai ser, porque essa semana foi só de introdução e testes. Terça tivemos uma prova de gramática, ontem foi speaking e hoje fizemos uma redação. Mas adorei a professora, super atenciosa! Ela foi na rua com a gente, mostrou onde fazemos o PPS, onde era o banco e a imigração. Hoje recebemos as cartas do colégio e amanha daremos entrada nas papeladas.

Bom, é isso gente! Espero que tenha dado para ter uma noção de como são as coisas por aqui.

Se você tem vontade de contar suas histórias aqui no blog é só entrar em contato comigo, não precisar ser nenhuma escritor, é só abrir o word e soltar seus dedinhos hehehe. Você pode contar sobre sua preparação para a viagem, seus objetivos ou fazer como a Mari, relatar seus primeiros dias aqui na terra verde. Considero esse blog um encontro de amigos em onde todos podem se manifestar, tirar sua dúvidas e principalmente ajudar um ao outro. Hoje tive a felicidade de encontrar pessoalmente o Tiago, um cara que fiz amizade através do blog onde conversamos por vários meses antes de sua vinda, dei uma força pra ele e seus amigos pra acharem uma casa, conversamos e ANDAMOS bastante. Foi legal porque geralmente as pessoas com quem conversamos no blog depois que chegam aqui se esquecem dos amigos sabe …………………… mais isso acaba sendo um fato normal, depois que se esta aqui os interesses são outros e literalmente paramos de acessar milhares de blogs todos os dias e acabamos mudamos a rotina para o estudo, procura de emprego, diversão e outros milhares de afazeres domésticos hehehehhe.

Meu e-mail para envio de material: andrejhs@hotmail.com

Minhas alegrias e angústias

Comentários 15 Padrão

Texto enviado por e-mail:

Nélio Augusto
32 anos – Santos – SP
naasf@hotmail.com

Estou aqui para passar um pouco das minhas alegrias e angustias, sendo assim espero que ajude a todos.

Desde janeiro que comecei a estudar as opções que seriam interessantes para um intercâmbio, foi ai que me deparei com Dublin, comecei a ler varias matérias, quando uma amiga minha que alguns meses não falava soube que estava em Dublin, a partir daí começamos a nos falar direto e ela me passando várias dicas. Um dia ela me passou a informação do e-dublin e o forum, li muito os e-mails antes começar a falar. Em um determinado dia me passaram a informação que estava em promoção uma escola, e acabei tomando a decisão de fechar com esta agência que se chama mango intercâmbio e com a escola Leinster, pensei muito e depois de refletir acabei fechando. Penso as vezes será que fiz a escolha certa? será que ir para outra escola seria a melhor escolha?? Acho que essas dúvidas passam por todos nós, porém quando se tem um sonho qualquer coisa é valida e outra coisa que sempre aprendi não é a escola que faz o aluno e sim o aluno que faz a escola. A partir desde momento que fechei com a agência paguei a escola, vamos atrás do passagem aérea fui numa agência e acabei fechando com a Klm peguei um preço muito bom e ainda farei stop em amsterdã pois me passaram que tinha essa opção sem pagar nada a mais por isso é claro terei que me hospedar num albergue pois será muito mais em conta, ficarei cinco dias por la e sei que será uma parada muito legal. Porém agora que começa a viagem mental que na minha opinião é a mais complicada, pois temos que controlar a nossa ansiedade e deixar as coisas tomarem o seu rumo natural. Mais falar é fácil correto?? Pois no meu caso não vejo a hora passar logo, conto os dias as horas é uma ansiedade enorme, tento sair conversar com os amigos, para que os dias passem mais rápido. Porém o engraçado que acho isso aconteça com todos ficamos numa ansiedade enorme para irmos entretanto quando chegarmos lá a saudade da família e amigos será enorme, e como lidar com isso?? No meu caso será estudando, saindo, conversando com os amigos brazucas que estiverem lá e é claro matando a saudade deles via web cam, porque isso é uma oportunidade que nem todos tem, e nós que estamos tendo esta oportunidade temos que aproveitar cada momento pois é a realização de um sonho para muitos. Como tinha dito no começo desde meu relato a minha alegria esta sendo ter conseguido fechar o meu intercâmbio e realiza meus sonhos. As angústias são com a demora do tempo, com as dúvidas que passam na minha cabeça. Espero e sei que tudo dará certo para mim e para todos. Que chegue Dublin e lá todas as verdades serão vistas e sentidas.

Um abraço a todos e espero que as minhas palavras ajudem a vocês.