Qual a diferença entre morar ou estar em Dublin

Comentários 20 Padrão

Recentemente andei conversando com algumas pessoas aqui em Dublin sobre a vida, trabalho e outros temos que geralmente rondam as rodinhas de bate papo dos intercambistas. Eu peguei esses ”dados” e juntei com algumas perguntas que geralmente recebo pelo email da escola e os comentários aqui no blog para formular um post que pode mudar a sua vida. Se você tem problemas de insônia, depressão ou esta procurando a pessoa amada  leia com atenção o texto abaixo kkkk.

viver-no-exterior

Essas frases que geralmente introduzem um comercial mal feito para produto duvidoso esta sempre na cabeça das pessoas, mesmo que involuntariamente. De uma forma geral algumas pessoas em Dublin ficam esperando um anjo descer do ceu e colocar o inglês na língua, um emprego cair no colo ou ate mesmo uma gringa(o) te chamar para uma atividade digamos HOT. A passividade de algumas pessoas chega a me assustar porque eu sempre sou tao elétrico e fico correndo pra la e pra ca e ver isso me da tédio. Essas palavras são fortes e nao parecem ter sentido mais e uma coisa que todo mundo precisa aprender e que o situação aqui e a mesma do Brasil. Voce precisa estudar, trabalhar e se dedicar muito para as coisas darem certo. Um ponto negativo logo no inicio do intercâmbio e ter o tal dos 3000 euros que querendo ou não cria uma falsa segurança na nossa cabeça de que temos dinheiro suficiente por um tempo. Realmente essa quantia e suficiente mais certamente ela vai acabar mais cedo do que você pensa principalmente se você não tiver organização e um bom planejamento financeiro. Comprar na Penneys realmente e muito barato, celular e computador aqui são mais baratos que no Brasil so que tudo isso vai saindo do seu caixa e como ninguém tem um pe de dinheiro a conta vai caindo caindo, caindo e chega a um ponto muito critico. O que eu quero dizer e que tudo aqui e igual no Brasil em termos de vida e processos. A única coisa diferente e a língua e também o tipo de emprego. Trabalho e trabalho em qualquer lugar do mundo então você vai ter que optar por alguma coisa para começar a sua carreira aqui na Irlanda. Você tem que lutar, lutar e depois lutar de novo para as coisas darem certo e nao pense que as conquistas veem fáceis porque nao vem, mais sim com muito suor.

O propósito desse post e explicar qual a diferença entre estar em Dublin por um período ou morar em Dublin por muito tempo ou quem sabe para todo o sempre. Pelo que vejo e sinto a maioria das pessoas vem pra ca pensando em trabalhar na área fato que e muito bom e possível entretanto o chamado ”emprego de entrada” e mais simples de aparecer. Como disse os empregos na área são possíveis sim claro, eu mesmo trabalho na área mais antes passei por restaurante, hotel etc … porque cheguei sem inglês na ilha. Agora vem a parte que realmente temos que separar.

Estar na Irlanda: Quem vem para a Irlanda como estudante sabe que tem um tempo máximo de permanência aqui sejam os 6 meses de cursos ou os 7 anos em que podemos ficar por aqui como esse tipo de visto. A gigantesca maioria das pessoas não pensam em ficar aqui por muito tempo e os que pensam a longo prazo dizem 2 ou 3 anos no máximo. Com esse projeto definido então sabemos que não vamos ficar aqui para sempre e podemos trabalhar em qualquer coisa porque vai ser por um período rápido.  Nisso então a maioria da pessoas nao se importam em trabalhar em algumas atividades que certamente nunca fariam no Brasil como já citei aqui varias vezes como restaurantes, cafés, hotéis, jornais etc.

A FRASE MAIS BURRA DA HISTORIA DO INTERCAMBISTA: A CREDO, O BRASIL ESTA BOMBANDO DE EMPREGOS ENTAO NAO VOU FICAR TRABALHANDO NESSAS MERDAS.

Mais  claro meu caro amigo(a). O Brazil com certeza e o melhor lugar para se trabalhar mas não estamos aqui para isso. Quem realmente pensa nisso não pode vir pra Irlanda porque não vai conseguir se adaptar e ficara sempre pensando em voltar porque as coisas aqui são ruins demais da conta …. falei mineiro agora.

Quem decide sair de casa para uma aventura dessas tem que estar ciente de que tudo que acontecer em relação a emprego vai ser diferente do Brasil. Ate mesmo para as pessoas que trabalham na área sabem que não e a mesma coisa do Brasil. A situação e bem diferente e temos que passar momentos difíceis e complicados mais afinal e para isso mesmo que estamos aqui. Quem sai do emprego e de casa para viver fora tem que saber disse e tem que entender também que isso que a parte legal da historia toda. Aqui buscamos sempre fazer coisas diferentes e viver a experiência de uma forma intensa e nada melhor que  trabalhar fora da área para ter esse contato. Independente se você trabalhar na área ou não aqui a experiência vai ser diferente então nunca podemos comparar com o nosso antigo ou futuro emprego. A minoria das pessoas esta aqui para fazer carreira então claro que no Brasil as coisas são ”melhores”.

Agora por outro lado quem vem aqui para viver eternamente dai a situação muda. Se você tem passaporte europeu a chance disso acontecer e maior ou se não o jeito e procurar alguém para se casar. Se as duas primeiras opções não derem certo tente um visto de trabalho que por sua vez por acontecer sim claro mais depende de uma série de fatores e um bom nível de inglês. Eu já conheci pessoas que tem visto de trabalho aqui mesmo vindo de outros países e todos tem um nível de inglês muito bom mais como toda regra de excessao pode acontecer de se encontrar um bom emprego sem ser fluente. Para quem quer ficar aqui muito tempo dai tem que pensar nessa parte de emprego porque não da pra ficar a vida inteira trabalhando de cleaner. Da mesma forma os empregos de entradas são esses regulares mais você pode migrar para outras posições com o passar do tempo. Esse processo de progressão pode ser demorado e muito difícil então você tera que ter muito foco e principalmente estudar para fazer a diferença.

No fim só existe um segredo para tudo dar certo no intercâmbio. Voce tem que sair do Brasil com a cabeça bem preparada e saber que tera que enfrentar muitos desafios pela frente e nunca poderá comparar as coisas pela motivos que eu já disse acima. Venha com o espírito aberto a tudo e o seu sucesso será certo. Nao tenha preconceitos sobre nada e principalmente não crie um conceito sobre as coisas antes de chagar aqui. Claro que que esse post e de opinião pessoal então pode influenciar de alguma maneira as ideias de vocês entretanto não leve tudo ao pe da letra porque e minha visão das coisas e posso nao estar 100% correta afinal ja estou aqui a quase 2 anos e o meu modo de pensar mudou um pouco depois das dificuldades vive aqui.

Estava conversando com a Stefane alguns fatos que vivemos e algumas coisas deixaram marcas bem profundas que vao demorar a sair, coisas negativas mesmo, entretanto tudo isso nos levou a sermos pessoas mais fortes e principalmente mais preparadas para os desafios da vida. Independente do que acontecer pra frente teremos sempre a Irlanda como uma grande escola para a vida e olha nao temos mais 18 anos kkkkk.

OBS. Estou usando um teclado sem acento então os posts vao ficar meio estranhos de agora pra frente porque o corretor do blog não consegue fazer todas as palavras.

Anúncios

20 comentários sobre “Qual a diferença entre morar ou estar em Dublin

  1. Olá Fabiana, realmente esse processo é muito dificil porque você precisa organizar a parte material e também o psicológico porque deixar tudo realmente não e nada fácil. Você pode conseguir um emprego na sua área sim claro. Eu não sei qual é mas aconselho já fazer contatos através dos sites de emprego pra você analisar as possibilidades e também necessidades como tradução de certificados, etc.. O caminho que eu sempre recomendo é chegar e partir para um emprego simples como café, bares etc porque desses você já vai conseguir pagar suas contas e poder procurar e se organizar com mais calma na busca de um emprego na área. Claro, dependendo pode rolar antes e você já começar trabalhando direto.. tudo é muito relativo e as coisas podem acontecer de várias formas. Você pode falar comigo sim pelo andrejhs@hotmail.com.

    Abraços

  2. Cintia compartilho da mesma opiniao. Estou na fase da pesquisa e pesquisa e pesquisa e leitura e mais leitura e um tiquim mais de pesquisa. Rsrsrs.

  3. Oi Andre! Oi Stefane! Consigo tirar várias duvidas com voces?| Rsrs Parabéns pelo blog! Muito legal mesmo… Estou me planejando pra ir pra Irlanda daqui há dois/tres anos. Vou deixar um bom emprego, um bom salario, alguns amigos e toda a famila pra tras (que alias tb mora há muitos km longe pois sou mineira e moro em Campinas há cerca de 09 anos). Não me assustam as dificuldades. Apenas o medo de não conseguir um emprego. E quero um na minha área. Será que consigo uma chance de conversar com voces por e-mail? =) Váááááááárias perguntas… Super obrigada!

  4. Olá!
    Adoro o Blog de vocês acompanho a um tempão já! e Me ajudou muito nas minhas decisões sobre meu intercambio. Estou indo pra Cork com meu namorado agora em Julho!
    Estamos montando um Blog pra ajudar o pessoal que tem interesse por outros cidades além de Dublin!
    http://casalemcork.wordpress.com/

    Parabéns pelo blog d vocês!

  5. Adorei o post e concordo com vc… Acho que quem busca o intercambio hj precisa saber o q quer, não adianta sair do Brasil achando que la fora vai ganhar mto dinheiro, ou que vai achar o emprego dos sonhos, mas sim, pensar nas experiencias que vai viver, no aprendizado. Como vc disse, essa viagem traz coisas boas e tmb, coisas mto ruim, q nos fazem crescer!!

  6. Muito bom André! estou em Dublin a 1 semana e meia… já passei algumas dificuldades e realmente… não podemos comparar com o que éramos ou com o que tínhamos no Brasil… temos que mergulhar de cabeça nessa aventura!! nos primeiros dias… pensei em desistir… mas com o passar dos dias.. estou me adaptando e tenho certeza que cada dia aqui… ficarei mais forte e confiante! abração

  7. Muito bom e obrigada estou de viagem marcada, gosto muito dos seus textos(realistas).

  8. Ainda estou no Brasil, mas concordo plenamente com esse post. Parabéns, curto demais o blog de vcs! bjs

  9. É muito bom ler posts realistas assim, pois tira da gente aquele encanto perigoso que tudo nos “paises de primeiro mundo” é mais facil.

  10. Adorei o post, sempre q comento que estou indo me olham com cara de louca e dizem Vai sair agora do Brasil com ele bombando de investimentos e COPA? Acho que essas pessoas tem a mente muito pequena, não estou indo em busca de dinheiro, essa história acho que não existe mais como antigamente, agora é por aprender um novo idioma e conseguir mais oportunidades profissionais qdo voltar (se voltar) e a própria experiência em si de DESBRAVAR O MUNDO!!

  11. ótimo post, parabéns..tem que chegar ai com a cabeça aberta, pra não se decepcionar 🙂

  12. Andre, tudo o que voce disse e uma grande verdade e desejo com imensidao que as pessoas entendam de uma vez por todas que intercambio nao e uma situacao permanente, mas sim um jumping para novas e em muitos casos, melhores oportunidades.. Para tanto, nao devemos nem nos acostumar aos subempregos e nem achar que somos superiores ao trabalharmos em nossas areas de atuacao (iniciadas no Brasil).. Tudo aqui e muito intenso, e mesmo passando pelas maiores loucuras que nunca imaginei na vida, tenho certeza que as unicas pessoas que irao levar apenas coisas negativas daqui, definitivamente, sao aquelas a quem nem se caisse um raio na cebeca,seriam capazes de sentir algo.. Otimo post!!

  13. Andre, tudo o que voce disse e uma grande verdade e desejo com imensidao que as pessoas entendam de uma vez por todas que intercambio nao e uma situacao permanente, mas sim um jumping para novas e em muitos casos, melhores oportunidades.. Para tanto, nao devemos nem nos acostumar aos subempregos e nem achar que somos superiores ao trabalharmos em nossas areas de atuacao (iniciadas no Brasil).. Tudo aqui e muito intenso, e mesmo passando pelas maiores loucuras que nunca imaginei na vida, tenho certeza que as unicas pessoas que irao levar apenas coisas negativas daqui, definitivamente, sao aquelas a quem nem se caisse um raio na cebaca,seriam capazes de sentir algo.. Otimo post!!

  14. Muito bom este blog. Vi uma reportagem com o nome do André, e olha, tudo que estou descobrindo sobre a Irlanda me faz cada vez mais fazer este intercâmbio. Tudo que li até agora, em blogs e outros sites, desde as dificuldades e sucessos, só somam para que eu faça logo esta viagem. Sou do tipo que acredita no sucesso, e para quem pensa assim com certeza vai seguir o conselho do André, em tudo teremos difculdade, mas para aqueles que tem um foco, uma direção isto se resume a detalhes… Dublin me aguarde 😀

  15. muito legal o post, realmente temos que ir sabendo o que queremos para nossas vidas e com a certeza que teremos muitas dificuldade no inicio, mas que podemos superar se assim quisermos, se tivermos coragem de enfrentar todos os obstaculos e não correr de volta para o BRASIL como uma criança assustada….

    valew pelo o post andré!
    muito bom parabéns 🙂

  16. gostei do post! é bem isso mesmo! em agosto me junto a vocês aí na terra verde 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s