Conheça o novo membro da nossa família, Dexter.

Comentários 6 Padrão

741269_456103067784119_110980726_oBem, depois do post anterior recebi muitas felicitações pelo nenezinho so que tudo nao passou de um mal entendido kkkkk. ja falei aqui dezenas e dezenas de vezes que o intercâmbio muda as pessoas em muitos sentidos ou quase todos eles. Como parte da vida de um ser humano as pessoas precisam de algo para se apegar, receber ou dar carinho. Aprendi isso com a Stefane porque confesso ser uma pessoa mais pro lado racional e um fato desse nao mexeria comigo se acontecesse no Brasil por exemplo. Eu nunca fui fa de animais de estimação. Na minha casa a minha mae tem, o meu irmão tem e eu nana hehehe. Sempre vi gatos e cachorros como coisinhas legais na casa das outras pessoas e que la em casa so faziam barulho e bagunça. Quando entramos no segundo ano em Dublin a Stefane começou a me cobrar a possibilidade de termos algum bichinho lindo e fofinho rsrsrs. Nao aceitei pela condições que estávamos naquele momento entao fui enrolando como dava ate voltarmos da viagem que fizemos a Paris. Chegou um momento em que nao dava mais para enrolar entao decidimos procurar um bichinho. Por viver em apartamento nao poderia ser um cão por causa das necessidades dele e principalmente espaço. Um gatinho cairia muito bem porque ser um animal controlado que nao faz muito bagunca (coco mesmo) em todos os locais se for bem treinado. Pronto achamos o Dexter que já tinha nome mesmo antes de sabermos qual iríamos comprar.

Numa rapida pesquisa achamos ele num site de compras daqui. http://www.donedeal.ie (acho que nao abre no brasil). Liguei fechei o preco e a melhor entregou ele la em casa. Foi tudo muito rápido e em menos de 2 anos já tínhamos o nosso petzinho.

No inicio foi difícil pra ele pra gente para acostumar mais depois de algumas semanas ele já ficou treinadinho para ir na caxinha falar as necessidades dele e dai foi so alegria. Pegamos ele bem filhotinho e depois de pouco mais de 6 meses o danadinho já esta bem grande.

De um inicio meio estranho passei a ser fa dele. O danadinho e muito esperto e inteligente e claro como qualquer gato gosta de uma travessura mais nada que atrapalhe a nossa vida. Me apeguei tanto a ele que nessa viagem que fizemos recentemente confesso que senti saudades dele, de aperta-lo e principalmente brincar que e a melhor parte. Claro que como ”pai” tenho atividades diferentes da Stefane onde ensinei ele a subir no guarda roupa e depois pular em cima da cama, correr para pegar objetos e ainda lutar como uma fera contra o meu braco, que vive arranhado. O retorno foi sem precedentes pra gente porque ja estava realmente sentindo saudade do Brasil fato que foi amenizado depois da chegada dele.

O gato e um animal bem independente entao você tem que se adaptar a ele e nao ao contrario. Quando ele quer brincar ele brinca, quando ele quer ficar na dele e ele fica e assim vamos na nossa relacao de pais e filho. Existem os pontos negativos claro como qualquer coisa que se faca na vida mais nada se compare ao chamego dele quando a gente chega em casa depois de um longo dia de trabalho. Ele reconhece a gente pelo cheiro e vem passando entre as pernas querendo que a gente pegue ele. Nao temos problemas por morar num espaço pequeno mais você precisa aprender muita coisa sobre gatos antes de comprar um porque e um processo bem complexo fazer as coisas do jeito que eles gostam como nao deixar a caxinha de areia perto da caminha ou comida etc… Nao pegar ele nos primeiros dias onde ele nao come, fica apenas escondido. Passado essa fase tudo e uma maravilha e o retorno e sensacional para qualquer pessoal afinal todo mundo preciso de um carinho ou atenção.

IMG_2429 copy

Ele ja tem passaporte europeu por ser IRISH, ta na cara dele ne, o ruivao. Quando voltarmos vamos levar ele com a gente, o que nao e tao dificil como parece e tambem nao fica caro. Enfim esse e o nosso nenem que nos acordo todos os dias pela manha subindo na cama e tentando entrar no meio do edredon.

PS. Teclado sem acento !

Anúncios

6 comentários sobre “Conheça o novo membro da nossa família, Dexter.

  1. Ola Mary eu sei que trazer animais pra ca meio complicado. Eu li alguma coisa mais nao sei ao certo como funciona. Sei que tem como levar para o brasil e nao e tao dificil. Meu irmao mesmo levou 2 gatos deles pra la e nao teve problema. Acho que no segundo semestre vamos ver como levar o Dexter dai vou escrever sim… Aqui existem alguns grupos que ajudam os animais sim, eu sempre vejo alguma coisa na TV mais tambem nao tenho uma informacao precisa para te passar, vou procurar saber e posto alguma coisa sim..

  2. Sou suspeita pra falar, pq sou gatonilda desde criancinha remelenta. Esse é o motivo que mais me preocupo em ir para irlanda realizar meu sonho esmeralda. Não vou conseguir deixar minha gata aqui… poxa, ela dorme comigo tem 3 anos e levar, já desfiz a hipótese, porque as leis a cerca disso são absurdas. Aliás quando li a respeito, não achei informações atualizadas. Você poderia fazer um post falando sobre isso? Tenho em mente e esperança que tenha mudado, pois a Europa sempre foi modelo no quesito Bem-estar animal e está sempre inovando quanto aos animais de produção, para os de companhia não pode ser diferente. Esse negócio de isolar o bichinho por seis meses, é absurdo!! Espero realmente que isso tenha mudado!

    Parabéns pelo novo membro, tenho certeza que serão muito felizes com esse filhinho mais que especial. Eis ai a verdadeira definição do que é um amor incondicional.

    Agora uma crítica, uma questão de opinião que pode facilmente mudar, é claro! Por que vocês compraram ele? Na Irlanda não existem abrigos de animais abandonados, ou animais de rua precisando de um lar e carinho?

    Por favor, não esqueça de comentar sobre a possibilidade de fazer ou não um artigo sobre levar animais para Irlanda. Obrigada!

  3. Hummm nunca vi falar dessa taxa nao Thieres. Talvez seja invencao do landlord nao sei. O fato e que temos que tomar cuidado no projeto porque depois na hora de ir embora nao podemos apenas deixar os coitados por ai …. tomara que de certo pra voce…

  4. Pois e Francisco, quem diriai ne? Essa vinda pra ca me mudou muito e passei e sentir a vida de uma forma mais simples mesmo, fato de hoje gostar tanto do Dexter. E bom ter um bichinho, dar carinho e receber tambem.. as vezes ne porque gato e meio independente. Valeu muito essa experiencia pra minha vida srsrsr

  5. Nossa ! Que bom saber que você tem um ”filho” ! Recordo-me do tempo em que você estava aqui no Brasil e tinha uma certa ” dificuldade ” com os bichinhos. Melhor mesmo é ver o quanto sua estadia fora do Brasil tem o tornado ainda mais humano e feliz. Felicidades sempre à vocês ! Forte abraço!

  6. eu também estou querendo um pet, mas queria um cachorro. só que além de morar em apartamento, tem a taxa de 300 euros por ano pra ter um cachorro… tenho muita saudade dos meus 2 que estão no brasil!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s