Segunda novidade para nosso aniversário de 1 ano em Dublin

Comentários 2 Padrão

Depois de mudar nosso layout agora chegou a vez de termos um domínio próprio. Num primeiro momento pensamos em mudar o nome do blog passar para alguma outra coisa relacionada a Dublin mais acho que todo mundo já pegou a ideia do André e Stéfane então decidimos manter.

A partir de agora estamos também no http://www.andreestefane.com. Como disse sabemos que esse endereço gera uma confusão mais hoje em dia todas as indicações estão sendo feitas via internet então acho que não teremos problemas e vamos crescer mais ainda com o nome do blog. O antigo endereço http://www.andreestefane.wordpress.com continua disponível e não vai ser excluído, pelo menos por enquanto.

Outra novidades que já falamos aqui é o chat direto do blog comigo, o link para meu facebook e também a assinatura para receber os posts por e-mail que foi melhorado. Continuamos trabalhando com um tema free então temos ainda algumas limitações mais o blog esta ficando legal.

Anúncios

2 comentários sobre “Segunda novidade para nosso aniversário de 1 ano em Dublin

  1. Olá Janaina, fazer um intercambio é muito mais que sair do país, você vai viver coisas que sempre sonhou passar dificuldade que nunca quis e no fim terá historias para o resto da vida além da incrível experiência de morar fora. Pra viver esse sonho você tem que ter coragem e não idade. Quando decidi e contei para meus amigos que realmente iria terminar o TCC e me mudar pra Irlanda todos ficaram assustados, alguns me disseram que também queriam mas não tinham como deixar, casa, família e tudo que tinham construído ao longo da vida para viver essa experiência. Outras que já sentiram a essa sensação me incentivaram e me deram conselhos. Naquela época lia muito sobre a tal “Zona de Conforto”, era uma loucura ler sobre pessoas que deixaram suas mesas de escritório para trabalharem fazendo limpeza, entregando jornais.. Sempre pensava que seria complicada essa adaptação mais no fundo eu queria viver isso, queria deixar a minha “vida” pra trás e embarcar rumo ao desconhecido onde não tinha a mínima ideia de nada, não conhecia nenhuma alma viva e muito menos tinha domínio da língua. Acho que essa vontade esta viva dentro de todas as pessoas mais somente algumas tem a coragem de encarar o desafio e partir em busca dos sonhos.
    Daqui a exatamente uma semana vou completar 1 ano na Irlanda, confesso que sinto falta as vezes da minha “vida” em Patos de Minas onde tinha minha moto para ir onde queria em poucos minutos, tinha meu emprego estável, minha casa onde morava com minha mãe, meus amigos e pessoas com quem contar mais isso esta tudo lá ainda, estou aqui por um período determinado. Essa “vida” fica lá em movimento enquanto estou aqui vivendo outra situação completamente diferente onde a cada dia tenho desafios novos, situações novas, medos e incertezas mais, sobretudo tenho a certeza de ter feito a escolha certa. Paro as vezes para pensar em tudo que tem acontecido e as vezes não consigo acreditar nas sensações que vivo aqui, nas coisas que vejo e na experiência de ter contato com pessoas de outras nacionalidades, conhecer novas culturas, aprender uma segunda língua e ainda me desenvolver no campo profissional e principalmente pessoal. Uma pessoa me disse aqui em Dublin que por mais que tentemos não conseguiremos ter a noção de tudo que estamos vivendo estando ainda na Europa. Somente depois de voltarmos e deitarmos nas nossas camas e acordarmos no nosso quarto que realmente sentiremos e entenderemos tudo que aconteceu no seu período de intercambio. Dai será processar tudo e seguir a vida deixada no Brasil.
    Acredito que uma vida só é boa se for bem vivida e como será o nosso futuro se não tivermos historias para contar? Sair da zona de conforto é justamente isso, criar novas coisas, começar uma vida totalmente do zero onde você tem que trabalhar para se sustentar diariamente, fazer seu almoço, lavar a passar sua roupa, procurar trabalho numa rua que você não conhece tentar comprar uma coisa no supermercado sem saber o nome certo, ver os cães se comunicarem melhor que você, ter que economizar seu dinheiro porque no final do mês vence o aluguel, energia, internet, taxas do lixo, taxa da televisão, celular e todas as outras coisas que você nunca sonhou ter com que se preocupar. A vida realmente tem que ser construída com experiências, acho que ai sim quando chegarmos ao final da nossa jornada sentiremos aquela sensação de dever cumprido: Eu vivi uma vida bem vivida.

  2. olá acabei de achar o blog de voces e estou MA-RA-VI-LHA-DA com tanta informação. Eu a principio só tenho a agradecer a generosidade de voces em compartilhar informações tão uteis . Parabens e obrigada!!!! Gostaria de fazer uma pergunta aproveitando a oportunidade, quero fazer o intercambio mas tenho 32anos e não vejo pessoas dessa faixa etária. Gostaria de saber se posso encontrar uma certa dificuldade em arrumar trabalho por exemplo , junta-se ao fato do meu ingles ser basico . se puderem dar uma pequena contribuição a cerca disso eu ficaria mega agradecida. um beijao ao lindo casal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s