Coragem, motivação e pé no chão não me faltam

Comentários 7 Padrão

Texto enviado por e-mail:
Tassiana Ferreira
Santos – SP
avalon23@hotmail.com

Primeiro eu gostaria de parabenizar pelo blog. Venho lendo todos os posts e acho fantástico! Fico impressionada com a rápida adaptação de vocês em terras verdes e a forma de como vocês expõe as experiências vividas no blog. Congrats, André! De verdade!

Vou falar um pouquinho de mim, talvez isso ajude a sanar as minhas dúvidas depois.

Meu nome é Tassiana, tenho 36 anos, sou psicóloga e moro em Santos. Durante o dia eu trabalho em uma empresa na área de Comércio Exterior (importação e exportação) e à noite eu vou para o meu consultório atender meus pacientes. Desde a adolescência eu quis fazer intercâmbio e, por várias razões (nem vou enumerar aqui senão a mensagem vira uma enciclopédia… rsrsrs), decidi que agora chegou a hora! Depois de meses de muita pesquisa, eu conclui que a Irlanda é o país perfeito para a minha experiência de morar 01 ano fora do Brasil. Eu sei que eu não estou mais na faixa dos 20 e poucos, mas a idade não é algo que me preocupa, pois eu tenho o espírito super jovem e muita força de vontade!
Meu objetivo “racional”, digamos, de morar na Irlanda é estudar inglês. Eu gostaria de tornar meu inglês fluente. Atualmente, meu inglês é intermediário (muito subjetivo isso, eu sei…), mas já fiz alguns testes online de escolas de inglês aí na Irlanda e todas elas me classificaram como “intermediate”. Tenho facilidade com o listening, a minha compreensão é muito boa. Eu chego a entender 90% em uma conversa, assistindo filme, ouvindo radio e etc. Inclusive, eu tenho um grande amigo irlandês e conversamos bastante! Consigo compreender o que ele fala muito bem, a não ser quando ele solta as gírias ou usa os “irishms”… Aí é mais complicado, né? O reading também não é um grande problema, eu consigo compreender bem também ou pelo menos o contexto do texto. Meu “tendão de Achilles” é falar e escrever inglês! Nestes dois quesitos eu tenho dificuldade, não me pergunte o porquê… Talvez seja por vergonha ou não, eu travo ou gaguejo na hora de falar… Só que eu sei que aí na Irlanda eu terei que falar bastante! Por isso um dos meus focos aí é falar, falar falar!
Meu objetivo “emocional” deste intercâmbio é viver uma experiência que jamais vivi: morar em outro país, conhecer outras culturas, conhecer lugares, conhecer pessoas e… Por que não dizer conhecer a mim mesma? Por mais que o objetivo principal seja estudar inglês para que se torne fluente eu também quero fazer uma “viagem ao fundo do ego” e tenho certeza de que será incrível!

Embora a vontade de morar fora seja um desejo de adolescência, hoje eu tenho a maturidade para saber que nem tudo são flores… Eu tenho consciência dos riscos, eu sei que irei sentir saudades de casa, da família, dos amigos, da comidinha caseira, vai ter horas que eu vou pensar “o que é que eu tô fazendo aqui?!” e principalmente sentir falta do conforto de ter um emprego estável e uma vidinha tranqüila. Mas depois de muitas sessões de terapia (sim, os psicólogos também fazem terapia! Rsrsrs…) tenho em mente que a vida é feita de escolhas e cada escolha tem seu preço: se para viver uma experiência no exterior eu terei que abrir mão de tudo o que envolve a “zona de conforto”… Que assim seja! Eu estou disposta a assumir os riscos em nome do meu inglês e da minha egotrip. Não tenho medo de largar meu consultório, emprego e um salário razoável (nível de Santos) para “esfregar um chão” de gringo! O máximo que pode acontecer é eu não arrumar emprego e ter que voltar para o Brasil. Aí começo tudo de novo!

Coragem, motivação e pé no chão não me faltam, André!

Ainda nos quesitos riscos e nem tudo são flores, acredito que todos os brasileiros temem a questão do emprego e dinheiro (ou a falta deles) para se manter na Irlanda, não é mesmo? Comigo não seria diferente, claro… Mesmo com tanta disposição pra bater perna atrás de emprego seja ele qual for eu tenho dúvidas com relação à busca por esse emprego… Eu topo fazer qualquer coisa: ser cleaner, garçonete, limpeza geral, trabalhar em lojas… QUALQUER COISA MESMO! O que importa é ganhar um dinheiro que pague meu aluguel, alimentação, transporte e se souber administrar bem a grana até sobra pra fazer umas viagens no final do intercâmbio, né?

Não vou entrar no assunto de crise na Irlanda, se tem emprego ou não e blá, blá, blá… Concordo com você quando diz que “quem corre atrás consegue emprego”. E é isso que eu vou fazer!

Anúncios

7 comentários sobre “Coragem, motivação e pé no chão não me faltam

  1. Hello Tassiana,
    Me conta como estão as coisas ai em Dublin? Eu embarco em setembro, uhu!!
    Beijos.

  2. Oi Pessoal!

    Desculpem, foi falha minha não ter comentado aqui depois que o André publicou meu e-mail…
    Todos devem estar se perguntando: “Mas afinal, que fim levou a Tassiana?!”

    Fim nada, minha gente! Agora é só o começo!!!
    Eu embarco para Dublin dia 04/03! Estou animadíssima e contando os dias para vivenciar a maior experiência da minha vida!

    Jamile, Ageu e Rosana: muito obrigada pelas palavras. Eu torço por cada um de vocês também! Com foco, objetivo e força de vontade ninguém segura vocês! E lembrem-se: Nunca… NUNCA É TARDE!
    Será um prazer encontrar cada um de vocês lá em Dublin.

    Um beijo,
    Tassiana

  3. Também penso como ela. Já estou na faixa dos 30 e nem por isso me sinto velha pra fazer o que tenho vontade.
    Em janeiro parto para a Ilha Esmeralda em busca dos meus sonhos viajantes…rs.
    Bora juntas?….rs
    Abraços,
    Rosana

  4. Cada um tem um sonho e só quem tem esse sonho pode lutar por ele.

    Com certeza vamos marcar alguma coisa sim…..

    Abraços

    André Scofieçd

  5. Belissimo texto, concordo com Tudo que ela falou.

    Parabéns pelo blog.

  6. Parabéns mas uma vez ao André e a Stéfane pelo blog.
    E eu gostaria de parabenizar a Tassiana pela sua atitude. Muita coisa que ela disse se encaixa na minha forma de pensar. Como vc, eu penso que nunca é tarde para fazermos aquilo que se tem vontade. Próximo ano estarei aí, e quem sabe não te vejo por lá! Rs

    Tudo de bom!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s