Voando Alto

Comentários 12 Padrão

… uai mãe, decide vou pra Irlanda mesmo. Agora tenho que correr atrás das informações, fazer o passaporte, escolher uma escola, fazer um seguro saúde, marcar o dia e comprar a passagem aérea….. Mãe acabei de chegar aqui no aeroporto de Dublin e estou bem, o céu esta meio fechado e um frio danado, meu Deus tô mesmo na Irlanda, e agora?

Ponto de partida - Rodoviária de Patos de Minas rumo a BH

Aeroporto Schiphol - Amsterdam

Do dia que realmente decidi vir pra Irlanda até o dia do embarque foram milhares de horas na internet, e-mail e mensagens trocadas e um caminhão de informações e quando menos me toquei já estava no Dublin Airport descobrindo o friozinho da ilha esmeralda. Pronto finalmente mais como vão ser as coisas? como vou me virar com um inglês tão básico e frases tão erradas que lembram um dialeto indígena. É uma mistura de excitação e medo constante, afinal chegar num pais desconhecido e sem falar bem a língua não é uma coisa qualquer.
Pois bem, já estou devidamente acomodado, preciso sair pra comprar alguma coisa pra comer e conhecer melhor a cidade. Oops “você esta louco……. olhe sempre pra direita e mais cuidado com os carros vindo pela “contra-mão” me alerta um senhorzinho na rua mesmo que meu cérebro me conduza para o lado esquerdo. Ai ai ai entrei nesse supermercado mais não tenho ideia do que procurar, vou ver se tem macarrão instantâneo que é mais fácil. Agora é procurar a escola e me apresentar, mais que diabos de endereço é esse? e esses prédios são todos iguais, nem numero tem só essas portas coloridas, agora tô ferrado duas ruas com o mesmo nome, o que será lower e upper aqui no mapa? Depois da missão de encontrar a escola, é hora de alugar uma casa, bem conheci mais pessoas que querem dividir um ap, vamos ligar pro dono da casa, ou pelo menos tentar marcar um dia e horário, aos trancos e barrancos conseguimos, temos uma casa, ou melhor um apartamento. Depois dessa fase é tirar o visto e começar a nova rotina de vida depois de tantos anos trabalhando numa confortável mesa de escritório ao computador.

Macarrão instantâneo - Estratégia Infalível

Prédios praticamente iguais

Tesco

Como as coisas parecem complicadas quando chegamos, é sempre um desafio fazer atividades tão simples que ir ao supermercado ou andar pelas ruas é sempre um desafio cheio de surpresas, entretanto é uma sensação muito boa desbravar o desconhecido, andar por ruas onde você nunca esteve e escutar pelo menos cinco línguas num curto espaço de tempo. Tudo é tão novo e difícil que certamente você estará exausto ao final do dia, mais com o tempo tudo isso passa e você vai se adaptando a essa nova realidade, a nova rotina e principalmente as novas sensações e conceitos sobre a vida fora do Brasil.

Passeio pelos parques

Depois de alguns meses todas as dificuldades passam e você já se verá dando informações para turistas, ajudando outros brasileiros que acabaram de chegar, estará andando de bike pela cidade e seu cérebro finalmente entenderá que você tem mesmo que seguir pela “contra mão” do transito brasileiro até poder dizer: me sinto totalmente em casa ou ter a certeza que o Brasil é o melhor lugar do mundo e não vejo a hora de terminar o curso pra voltar pra casa.

Existe um ditado popular que diz: “a vida passa num piscar de olhos” e a cada dia sento isso mais forte, a vida realmente voa e precisamos voar junto com ela para não ficarmos para trás. No inicio tudo é muito difícil , você esta em uma nova realidade mais com o tempo as coisas vão melhorando, seu inglês desenvolve absurdamente, surgem os contatos e o primeiro emprego. Enfim você terá uma rotina de horários e poderá se organizar melhor para finalmente curtir o intercâmbio.

Primeiro trabalho (temporário) - Cleaner Limpeza de Hotel

Sala de aula

A vida em Dublin é uma mistura de muitas desafios sentimento mais hoje véspera de completar 4 meses na ilha me sinto totalmente adaptado mesmo pessoas que não aguentam mais ficar aqui, que sentem saudade, que não gostam do clima da comida e de outras milhares de coisas, mais quem disse quer seria fácil, cabe a cada um medir e decidir qual será o preço que será pago para voar mais alto, seja na vida pessoal, profissional ou até mesmo pela simples aventura de sair de casa.

PS> Galera gostaria de lembrar que quem quiser receber nossas atualizações em primeiro mão só cadastrar seu e-mail na nossa newsletter que fica no final do menu lateral. Abraços espero seu e-mail e seu comentário nesse post.

Enjoy!

Anúncios

12 comentários sobre “Voando Alto

  1. Obrigado pelo elogio, eu ja tinha ate adicionada vcs nos meus links heheheheh, realmente nessa fase do planejamento as coisas parecem não ter fim e sempre queremos mais informações sobre a Irlanda… mais no fim tudo da certo.

    Abraços

  2. Oi André. Gosto muito do seu blog, sempre com informações interessantes para quem quer embarcar nesse sonho do intercâmbio na Irlanda.

    Porém, posso só dar uma sugestão? Que tal revisar os textos antes de publicá-los? Tenho certeza que tornará a leitura mais agradável para todos.

    Abraços

  3. O Deco obrigado por suas palavras meu amigo, é um prazer poder compartilhar nossa historia com vcs. As coisas realmente são dificeis mais com perseverança tudo dá certo. São comentários como o seu que nos impulsionam a sempre correr atras das coisas.

    POis é estou começando com o outro trabalho lá no Dublin para Brasileiros, lá é trabalho, aqui é pelo paixão mesmo pode deixar que não vou continuar firme aqui.

  4. OI Mari, obrigado por tudo, estamos sempre lutando e correndo atras de coisas pra postar, comentarios como o seu sempre da um UP muito grande pra gente.

    Abraços e obrigado novamente, é um prazer compartilharmos nossa historia com vcs.

  5. Obrigado Gaby, realmente é uma sensação muito louco e dá medo as vezes hehehehe… continue acessando e vamos seguindo……….

    Abraços

  6. Nossa André, me deu um nervosinho agora! rsrs
    Quando começa a pesquisa de tudo isso, parece que a data escolhida para a viagem vai demorar anos luz p/ chegar… Mas agora que falta +/- 1mes p/ eu ir, vejo que o tempo voa no tempo da luz! rsrsrs
    Nao vejo a hora de passar por todas essas “dificuldades” iniciais ai.
    Adoro o blog e ja virei leitora diaria. rs
    As dicas são otimas. 😉
    bjs

  7. nossa….posso chorar???
    :’)

    parabens!
    ficou lindo!
    conseguiu transferir todos os nossos sentimentos!
    sem palavras!

  8. Bacana viu xará. O que acho fascinante no seu blog é que ele parece um filme. Quem acompanha desde o começo compartilhou de certo modo com você toda essas experiências que você relatou e fica realmente feliz ao ver que vc está se saindo bem.

    A propósito, parabéns pela coluna no Dublin para brasileiros. Muito sucesso por lá tbm, mas nada de deixar seus leitores daqui de lado, hein.

    Abs,

  9. parabéns pelo quase quarto mês 🙂 meu deus, como passa rápido!
    fico sempre feliz de vir aqui e ler coisas boas 🙂

  10. Muito Legal este post!

    Já acompanhamos vocês a algum tempo, e é muito interessante ler um resumo do que está sendo a vida de vocês na Irlanda e os sentimentos que tem tido.
    Como disse a Franciely, deu até um frio na barriga… para quem está passando pela ansiedade de contar os dias para o embarque (05 de agosto), é muito legal ler textos assim!

    http://www.ramonevivinairlanda.blogspot.com/

  11. A sinceridade do post deu até um friozinho na barriga.. hahahaha
    muito bom André.. nós temos medos e receios, mas acho que a vontade de descobrir o novo e viver aventuras diferentes compensa cada centavinho guardado para o intercambio.. rs rs

    bjão casal.. tudo de bom pra vcs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s