3 meses de Irlanda

Comentários 5 Padrão

OMG como a correria me pegou e não estou tendo muito tempo nessas últimas semanas, é trabalho, coisas pra resolver, outras atividades que estou desenvolvendo e é claro o blog. Como o dia tem apenas 24 horas estou tendo que atualizar o blog com menos frequência mais estaremos sempre juntos, não vou sumir eu garanto Lollll.

Então meus amigos, no último dia 8 completamos 3 meses de Irlanda. Depois desses 90 dias estou me sentindo mais a vontade que no início, não tive problema algum com a adaptação, estou gostando muito de tudo e a previsão é de que as coisas melhorem ainda mais com o passar do tempo, então vamos aos tradicionais tópicos do que foi importante nesse.

1) Adaptação: Hoje me sinto totalmente adaptado, entendo todos os meios de transporte de Dublin, consigo me descolar pra qualquer lugar utilizando as orientação nos sites das empresas e decidir qual será o melhor beneficio em relação ao tempo e custo. Consigo identificar na minha cabeça quando tenho que ir a certa região da cidade principalmente do lado sul da cidade que fica do outro lado do rio onde os setores são pares. Não sei se é coincidência ou não mais 99% das coisas que tenho que fazer ficam naquela área, escola, trabalho, amigos e entre outras mil coisas. Do lado Sul apenas fui no Phoenix Park e no aeroporto algumas vezes. Outro aspecto da adaptação que considero importante é o transito, no inicio dava um nó na cabeça na hora de atravessar, mais hoje já consigo andar tranquilamente sem me confundir ou achar que estou na contra mão, fiz meu cartão do Dublin Bikes e circulo entre os carros tranquilamente. No inicio é meio foda porque você vê o motorista do lado contrário é se assusta mais isso já está resolvido. Outro fato da adaptação é parar de converter o dinheiro de euro para real. No início com o impacto dos preços tão baixos ficamos convertendo toda hora e comparando os valores, agora depois de 3 meses isso praticamente não acontece.

2) Clima: Me sinto muito bem adaptado ao clima também, gosto do friozinho de Dublin e das mudanças meteorológicas constantes, em menos de 1 hora andando você pode viver chuva, sol, calor, frio e vento. A chuva é bem fina e não chega a atrapalhar em nada, dura poucos minutos e já volta o sol. Aliás sobre o sol vou fazer um post depois porque antes de chegar aqui vi na internet que nunca mais viria o sol e aqui chovia o tempo todo. MENTIRA, existe sol sim claro que não é igual ao Brasil mais tem sim, tem dia que o sol esta muito quente, no outro mais ameno e vai indo, chove um pouco volta o sol. Como disse a chuva é bem tranquila e rápida bem diferente da minha cidade que pegava chuva de 2,3 dias seguidos.

3) Trabalho: Stéfane continua trabalhando de Au-Pair na cidade de Mullingar que fica a 1:40h daqui, ela vem toda sexta e fica o final de semana em Dublin. Ela esta gostando apesar da adaptação ter sido um pouco complicado pois cair de paraquedas numa Irish Family não é uma coisa tão simples como parece; são horários, comidas, costumes e a falta de fluência na língua. Entretanto a família com quem ela esta morando é bem legal e as coisas estão fluindo bem. Com esse contato diário ela esta desenvolvendo o inglês de uma forma mais prática no dia a dia. Ela me contou que seu listening está desenvolvendo mais rápido que a fala, mais houve um avanço muito grande em pouco mais de 5 semanas. Eu completei 3 semanas no restaurante italiano como kitchen porter, o trabalho é lavar prato mesmo, ajudar o chef com os ingredientes e organizar a cozinha. Estou trabalhando de 3 a 4 dias por semana, aqui um fato curioso que antes de vir pra cá sempre fazia o cálculo de um possível trabalho que daria pra me sustentar mais ao contrário de horas vejo muita gente trabalhando por dia. Estou nesse barco é bem complicado porque se trabalha muito e ganha pouco comparado ao salario mínimo de 7,65 euros por hora. Conheci muita gente, muita gente mesmo que ganha por dia e vão levando as coisas por aqui, claro que se ganhasse por hora o salário seria no mínimo 70% maior mais fazer o que, não tem jeito ou é esse ou fica sem dim dim, infelizmente. Eu e todos esses estamos na mesma situação trabalhando mais sempre de olho em outras oportunidades.

4) Alimentação: Até mês passado estava controlando as compras de forma mais ferrada, porque a grana estava pouca e não poderia sair da programação financeira que era para 3 meses. Tudo ocorreu conforme planejado e meus euros duraram exatamente para 3 meses, estava gastando em média 10 euros por semana com alimentação, depois passei pra 15 e agora com o trabalho posso comprar mais coisas, mais variedade e produtos que antes não passavam nem perto da lista. Hoje gasto entre 20 e 23 euros por semana por semana, ou seja, praticamente dobrei minha despesa com alimentação, claro depois que consegui o trabalho estou me organizando novamente e fazendo um novo planejamento alimentar e financeira, entretanto não dá pra sair comprando tudo no supermercado. Um ponto que contínuo mantendo é não comer na rua, sempre levo um lanche ou organizo os horários para não ter esse gasto porque mesmo trabalhando preciso formar uma reserva financeira legal para me manter durante um tempo caso alguma adversidade venha acontecer, ninguém sabe quando ficara doente ou será demitido, uma merda pode acontecer a qualquer momento e uma grana no banco poderá fazer a diferença entre se manter aqui ou ter que voltar pro Brasil.

5) Conta de energia: Finalmente chegou nossa conta de energia e para minha surpresa ficou abaixo do que eu esperava. No total geral dividindo pelos flatmates ficou 23 euros por mês para cada um. Temos que levar em consideração que tivemos variações da quantidade de pessoas na casa durante os 71 dias em que foi fechada a conta: duas semanas com 6 pessoas, duas semanas com 8 pessoas e o resto com nós 5, isso faz muita diferença no final porque são banhos e mais banhos, roupas pra lavar, secadores e o resto da casa que é toda elétrica inclusive o fogão. Não usamos o aquecedor em nenhum momento nesse período.

6) Escola: A Stéfane já tinha pegado seu holiday para poder trabalhar, agora foi minha vez porque não estava dando para conciliar a escola e o trabalho. Infelizmente nesse momento o dinheiro é mais necessario que a escola porque sem a grana tenho que voltar pro Brasil. Isso não me assusta porque como planejei muito bem sempre soube que isso poderia acontecer porque vim com pouca grana. Agora é trabalhar firme, juntar uma grana e poder voltar pra escola com tranquilidade. Se meus dias de trabalho se firmarem talvez poderei conciliar a escola com o trabalho mais isso só saberei em algumas semanas. Eu não tenho nada pra reclamar da escola NED, pelo contrario somente coisas boas já que eles sempre estão me ajudando em tudo que preciso como por exemplo uma indicação para ser colunista em um blog sobre a Dublin que vai ser inaugurado em breve. Nesse meio tempo de holiday claro que estou estudando em casa com o auxilio de livros que por sinal são muito bons e facilitam o estudo alone.

7) Gastos mensais: Nesse momento estamos em apenas 4 pessoas na casa já que uma saiu e não colocamos outra no lugar até então e como o aluguel vence de qualquer maneira tivemos que pagar a parte dela. Outro aspecto foi o transporte, estou indo para o trabalho de bus e gastando 1,65 euros cada dia. Eu sei que posso comprar uma bike e economizar essa grana, entretanto o dono do restaurante deixa todo mundo em casa depois do trabalho e convenhamos é uma comodidade muito grande e decidi não comprar a bike e continuar usando o bus por causa disso mais pra frente vou pensar qual opção é mais vantajosa. De bus levo em média 30 minutos até Dublin 6w. Então os gastos estão assim no momento:

Aluguel: 200,00
Alimentação: 80,00
Transporte: 26,60
Celular: 20,00
Energia: 23,00
Internet: 7,00
Total do Mês: 356,60 euros

Um aumento considerável em relação aos últimos meses porque não tínhamos ainda a conta de energia e estávamos em 5 pessoas na casa. Com a saída de uma houve um aumento no aluguel de 40 euros. Pois bem, meus amigos e amigas esse foi um panorama de todas as mudanças no meu terceiro mês aqui na ilha.

Espero estar ajudando de alguma maneira todos que estão no Brasil planejando suas vidas na Irlanda, mais uma vez peço desculpas pela ausência no blog mais depois que se começa a trabalhar ainda mais cerca de 12 horas por dia a coisa fica complicada mais sempre estaremos juntos e me coloco a disposição para sanar duvidas na medida do possível e do meu tempo.

Lembro que você pode cadastrar seu e-mail para receber as atualizações em primeira mão, basta ir no nosso menu lateral direito, colocar seu e-mail e clicar em confirme, pronto.

Anúncios

5 comentários sobre “3 meses de Irlanda

  1. Olá…
    Achei que tinha enviado um comentário antes, mas acho que não foi!
    Acompanho sempre o seu blog, estou me programando para ir no ano que vem.
    Estou com a idéia de ir como au pair, você pode me dizer com a Stefanie conseguiu? Ela já fechou um pacote que incluía esse programa??
    Você conhece a agencia Vision??

  2. Vcs ja estão na irlanda………. eu tenho 3 amigas que estão procurando casa tb. Eu dei ideia pra elas alugarem uma casa fechada…..

    Me passe seu telefone que passo pra elas te ligarem amanha………

    Abraços

  3. andre, eu e minha amiga estamos procurando quarto p alugar
    se por acaso vc souber de alguma coisa ta?

    =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s