Dublin Bus

Comentários 3 Padrão

Como havia dito ontem, hoje andei de busão pela primeira vez aqui em Dublin. Fui a Dublin 22 para fazer uma entrevista de emprego e voltei pra falar como é esse meio de transporte aqui na terra verde.

Quando vi no e-mail Dublin 22, pensei: putz vou levar uns dois dias pra chegar lá porque todo mundo diz que Dublin 20 e tantos é muito longe e de difícil acesso, entretanto descobri o contrário não é tão longe e com ajuda do busão as coisas são bem mais faceis do que parece.

Uma coisa que gostei logo no inicio é o site do Dublin Bus onde você pode descobrir qual linha será melhor para chegar a seu destino. Depois um aplicativo que permite ver no mapa qual é a linha e caminho por onde o ônibus passa com todos os pontos de parada e referências. Fiz a simulação no mapa e descobri que poderia pegar o bus 151 bem na porta da minha escola. Depois fui olhando as ruas por onde ele passa e marquei onde ficaria melhor para descer e seguir até a rua da empresa.

Com a ajuda do Google Maps tracei uma rota ampliada do local e fiz meu mapinha, aqui em Dublin o Google Maps disponibiliza o Street View que convenhamos te coloca na rua escolhida, dai é so dar uma volta e gravar alguns pontos de referência.

Cheguei no ponto indicado pelo mapa que fica praticamente em frente a escola e olhei os horários afixados, praticamente de 15 em 15 minutos ou menos passa um ônibus da linha 151. Se você quiser saber o horário do proximo sem estar no ponto é so mandar um SMS com o texto Bus 151 (Bus + Linha) para 53502 que imediatamente você recebe os próximos horários. Esses horários recebidos assim como os que estão afixados nos pontos são de saída do ponto inicial, embaixo de cada tabela tem um tempo médio que ele leva até chegar ao ponto pretendido.

Pois bem chegou o busão e a primeira coisa que notei diferente da minha cidade é a questão da acessibilidade. O veículo possui uma suspensão a ar ao que parece e quando o passageiro requer cuidados especiais ela abaixa alguns centímetros para a subida ou descida. Existe também uma rampa que é acionada para os cadeirantes ou nesse caso uma senhora que usa uma espécie de carrinho, gostei muito desse item já que a madrinha do meu irmão infelizmente faleceu a alguns anos atrás porque ela era gordinha e quando foi descer do ônibus teve dificuldades e o ônibus acabou arrancando sem ve-lá, ela caiu e foi atropelada vindo a óbito na hora.

O ônibus 151 chegou e entrei, o pagamento é feito por uma caixinha de metal onde você coloca as moedas, o motorista da uma olhada rápida e imprime seu comprovante. Não sei deu pra ver se a leitura das moedas é feita de forma eletrônica ou manual. O valor que paguei foi 2,30 euros.

O motorista é educado, dirige suave e até ajudou a localizar ponto que ficaria melhor pra descer. Subi para o segundo andar tirei uma foto e fui sentar na frente claro para ver os locais por onde passava. Quase todo o trajeto contem faixa exclusiva para ônibus o que facilita e torna a viagem mais rápida, tem pontos de paradas a todo momento e o interessante é que o ônibus para exatamente no local demarcado no chão, em frente a placa e pertinho do meio fio para facilitar o acesso das usuários. Exatos 35 minutos levei de Dublin 8 (região da Cork Street) onde fica minha escola até Dublin 22 na região que fui.

Agora queria comentar sobre a região Dublin 22, quando via falar sobre esses números sempre achava que essa região era um fim de mundo, mais na real é muito pelo contrario essa região fora do centro é muito bem organizada e cuidada. Grandes empresas como GE, Toyota, Mercedes, Correios estão entre grandes regiões habitacionais. Sabe aquelas casas que vemos em filmes, todas parecidas sem muro e com um carro estacionado, pois é assim mesmo as coisas lá em Dublin 22.

Pronto cheguei, fiz a entrevista e voltei na mesma linha até a região do College Green.

Mesmo demorando 35 minutos de ônibus dá pra ir tranqüilamente de bike até lá já que todo o trecho é total plano com ruas bem sinalizadas e com faixa para ciclistas. Agora resta aguardar o contato da empresa com o resultado. Acredito ter ido bem no teste pratico que era fazer sanduíches, mais o negocio é tentar e ver no que dá, afinal estamos aqui pra aprender e essas oportunidades de contato direto com empregadores não deixa de ser um ótimo treino para a língua.

Anúncios

3 comentários sobre “Dublin Bus

  1. Obrigado meu amigo, sempre tive esse sonho de um blog vc lembra né, e agora ainda com informações pra galera.

    Abraços

  2. Você como sempre André a um ano luz dos outros! Parabéns! Você vai longe…………..

  3. Cuidado com empregos de cachorro quente em trailers laranja pela cidade… furada!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s